Menu

Fatal: Jovem cai de parapente e morre no Topo do Mundo na Serra da Moeda

Homem de 27 anos, que praticava voo livre acidentou na Serra da Moeda, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, nesta segunda-feira (14). Ele perdeu a vida ao cair de um parapente na rampa da região conhecida como Topo do Mundo, em Nova Lima (Grande BH), segundo o Corpo de Bombeiros.

Foto: www.skyscrapercity.comFoto: www.skyscrapercity.com

Segundo os bombeiros, Rafael Anastácio Alves desceu em espiral e não conseguiu abrir o paraquedas a tempo. A morte foi confirmada por um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

 A perícia da Polícia Civil foi acionada para comparecer ao local, assim como o rabecão para encaminhar o corpo ao Instituto Médico-Legal.

Conforme o apurado pela reportagem, a vítima era natural de Ribeirão das Neves, na Grande BH, mas vinha de Sete Lagoas, na Região Central do estado.

“Ele foi tentar fazer uma manobra arriscada (giro no ar) e bateu no chão. Aconteceu por volta das 17h”, diz Daniel Caram, que costuma saltar no local.

Segundo outra testemunha, a vítima era instrutor de voo, experiente. Rafael praticava o esporte desde as 14h desta segunda. Ele teve politraumatismo, devido impacto com solo.

Outros acidentes

Esse foi o segundo acidente fatal registrado no local em 2020. Em 1º de janeiro, um homem de 33 anos morreu depois de sofrer um grave acidente ao saltar de parapente na Serra da Moeda.

Identificado como Breno Ferreira Chaves, ele estava em um local de difícil acesso, próximo à rampa de voo livre. Foi necessário usar técnicas de salvamento em altura para resgatar a vítima.

Os bombeiros encontraram o homem com vida, mas ele morreu em seguida, quando recebia atendimento.

Há quase um mês, em 15 de agosto, os bombeiros registraram uma queda de parapente no clube de voo livre de Nova Lima.

Os bombeiros encontraram o homem com vida, mas ele morreu em seguida, quando recebia atendimento.

Vanderlei Astrio Gonçalves, de 51 anos, sofreu uma queda de aproximadamente 10 metros. O local era de fácil acesso, o que facilitou o socorro dos militares.

Da Redação com EM




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados