Menu

MP faz operação para investigar corrupção, tráfico de drogas e entrada de celulares na Penitenciária Nelson Hungria

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (21), uma operação que investiga a existência de uma associação criminosa de corrupção, tráfico de drogas e ingresso de celulares na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Foto: Reprodução/Globocop/TV Globo MinasFoto: Reprodução/Globocop/TV Globo Minas

Segundo o MPMG, materiais ilícitos eram entregues a presos por roubo, tráfico de drogas e homicídio mediante pagamento de vantagens indevidas a policiais penais.

Cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos simultaneamente nas cidades de Contagem, Igarapé, também na Grande BH, e Franca, em São Paulo.

A operação Muralha, realizada por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), de Belo Horizonte, e da 11ª Promotoria de Justiça de Contagem, conta com apoio da unidade Franca do Gaeco, do Estado de São Paulo, do Batalhão Rotam, da Companhia Independente de Policiamento com Cães da Polícia Militar de Minas Gerais e do Departamento Penitenciário de Minas Gerais.

Com Portal g1




Publicidade

Links patrocinados MGID