Menu

UFMG suspende aulas presenciais no curso de Medicina após casos confirmados da Covid-19

A Faculdade de Medicina da UFMG anunciou a suspensão das aulas presenciais para as turmas do 2º, 4º e 7º períodos. A decisão, divulgada nesta quarta-feira (18), acontece em decorrência do registro de casos de Covid-19 entre os alunos.

Foto: Reprodução InternetFoto: Reprodução Internet

Segundo a universidade, 17 dos 1.966 alunos matriculados no curso notificaram exames positivos em uma semana. O protocolo da UFMG define que as atividades presenciais podem ser suspensas quando três ou mais casos da doença forem confirmados em uma turma no intervalo de sete dias.

No comunicado, a UFMG explicou que os estudantes estão sendo acompanhados pelo MonitoraCovi UFMG, e que as aulas seguem no formato online durante uma semana. A instituição concluiu o comunicado reforçando que o uso de máscaras é obrigatório em todos os espaços da UFMG.

Confira a nota na íntegra:

"Seguindo o Plano de Retorno Presencial na UFMG, a Faculdade de Medicina suspendeu por sete dias as aulas presenciais das turmas do 2º, 4º e 7º períodos do curso de Medicina. Ao todo, 17 dos 1.966 alunos matriculados no curso notificaram exames positivos para covid-19 na última semana. O protocolo da UFMG define pela suspensão das atividades presenciais em cenários em que ocorram três ou mais casos confirmados em uma mesma turma, no intervalo de uma semana.

Os estudantes estão sendo acompanhados pelo MonitoraCovid UFMG e as aulas seguem no formato remoto. A decisão pela suspensão reforça que as medidas previstas no Plano de controle à covid-19 estão funcionando. É importante lembrar que o número de notificações de casos na unidade reflete o que ocorre no município de Belo Horizonte, conforme boletim epidemiológico da Prefeitura.

Ressaltamos que as máscaras permanecem obrigatórias em todos os espaços da UFMG".

Da Redação com Itatiaia



Publicidade

Links patrocinados MGID