Menu

Sete Lagoas > Notícias > Brasil

Caminhão-tanque bate em vários veículos no Anel Rodoviário

  • Categoria: Brasil

Pelo menos duas pessoas ficaram feridas depois que um caminhão-tanque bateu em sete veículos no Anel Rodoviário, altura do Bairro Olhos D'Água, Região Oeste de Belo Horizonte, na manhã desta segunda-feira.

Caminhão-tanque que transportava óleo lubrificante bate em pelo menos seis veículos no Anel Rodoviário / Foto: Edésio Ferreira/EM/DA PressCaminhão-tanque que transportava óleo lubrificante bate em pelo menos seis veículos no Anel Rodoviário / Foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press

Oito viaturas do Corpo de Bombeiros foram encaminhadas ao local do acidente, que fica no km 540, sentido Vitória, próximo à ArcelorMittal. Duas pessoas com ferimentos leves foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ainda segundo os bombeiros, por volta das 9h15 eles ainda tentavam identificar a carga do caminhão. A Via 040 chegou a informar que o veículo estava vazio. Mas, segundo os militares, o caminhão transportava óleo lubrificante.

"Por volta de 9h, o trânsito estava lento devido ao horário de pico e a um acidente da última madrugada, em que a carga ainda estava sendo retirada da pista e o trânsito fluindo apenas em duas faixas. Com o trânsito, surgiu um caminhão que carregava óleo mineral - não é um produto com qualquer risco para a população - que não conseguiu parar a tempo e acabou se chocando com outros oito automóveis (uma viatura do Samu e sete veículos de passeio)”, explicou o tenente Geraldo Donizete, da Polícia Militar Rodoviária. Duas vítimas foram socorridas pelo Samu, mas, ambas com ferimentos leves. “O motorista do caminhão nada sofreu”, acrescentou.

Ele explica que durante o fim da noite de domingo, às 23h, um caminhão se chocou com outro veículo e resultou em uma vítima fatal no km 541. O veículo de carga transportava vergalhões de metal. “O passageiro da carreta morreu e a carga se espalhou na pista”, disse o tendente. A carga de arame estava ainda na via e sendo retirada quando ocorreu o acidente desta manhã.

“Foi um grande susto. O caminhão bateu no meu carro e saiu batendo nos outros. Ficamos apavorados, assistindo tudo de dentro do carro e só rezando”, contou um dos motoristas que teve o carro acertado pelo caminhão, Washington Luis do Carno, de 44 anos.

“Eu estava com o carro cheio, cinco pessoas. Estava vindo de Carandaí (Campo das Vertentes) para o Bairro Água Branca, em Contagem, para levar minha mãe para a casa de uma familiar e, depois, trabalharia”, disse. Ele contou que a mãe até passou mal após o acidente: “Ela já tem problema de pressão, tomou um susto”.

Ele conta que o sentimento é de revolta. “A gente vê isso todo dia na TV. Mas, quando acontece com a gente, a gente vê o quanto é perigoso! Fico revoltado, pagamos os nossos impostos e não vemos o retorno”, completou.
Segundo a concessionária da rodovia, no acesso ao Bairro Buritis, sentido Vitória, as faixas da esquerda e central estão liberadas. A faixa da direita segue interditada para manobras operacionais no atendimento ao acidente. Equipes da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) também trabalham na rodovia. Por volta das 9h30, o congestionamento no sentido Vitória-Brasília chegou a 5 quilômetros. O trânsito foi liberado às 12h30.

COMPLEXO DA LAGOINHA A capital mineira começou o dia com trânsito caótico nesta segunda-feira. Na noite de domingo, um caminhão que transportava uma retroescavadeira bateu nas vigas de uma trincheira que da acesso à Avenida Nossa Senhora de Fátima, no Complexo da Lagoinha, região central de Belo Horizonte. Foi preciso fazer desvios no local, que passou por uma vistoria.

Da redação Com Estado de Minas

 

Links patrocinados