Menu

Fumar pode causar malefícios aos olhos, como catarata e outras doenças

As sucessivas campanhas do Ministério da Saúde, incluindo as propagandas nos próprios maços de cigarro, já ensinaram para muita gente sobre várias doenças provocadas pelo fumo. Aquelas que mais vêm à cabeça são, sem dúvida, as doenças pulmonares, cardíacas e vários tipos de câncer.

Foto divulgaçãoFoto divulgação

Outros malefícios causados pelo cigarro devem ser destacados, como os problemas gerados à saúde dos olhos.

De acordo com Luís Fernando Nominato, coordenador do Departamento de Catarata Refrativa do Hospital de Olhos Rui Marinho, pode-se dividir em dois tipos os malefícios do fumo para a visão.

“Uma parte se refere às substâncias que inalamos. Os mais de 4 mil componentes nocivos à saúde que os cigarros possuem causam envelhecimento precoce do organismo, o que favorece o surgimento da catarata e da degeneração macular que, apesar de também estar ligada a fatores genéticos, é potencializada pelos fatores oxidativos do fumo”, destaca o oftalmologista.

Normalmente, por volta dos 60 anos, cerca de metade da população já apresenta algum grau de catarata que interfira na visão, mesmo não sendo fumante, explica o médico. Porém, no caso de fumantes, uma catarata precoce poderá surgir, por exemplo, aos 40 anos.

Estudos mostram que fumantes podem ter um aumento de três vezes no risco de desenvolver degeneração macular em comparação com pessoas que nunca fumaram. E mulheres fumantes com mais de 80 anos de idade são 5,5 vezes mais propensas a desenvolver a doença do que os não-fumantes da mesma idade.

Um outro ponto apontado por Nominato é o conjunto de males gerados pela fumaça que não inalamos. “Podemos apontar primeiramente as alergias. Além disso, quem usa lente de contato pode ter uma úlcera de córnea por irritação, já que a fumaça causará secura nos olhos. O alcatrão que fica grudado nas mãos pode, em contato com os olhos, causar irritação e infecção”, explica.

Outros

Para os fumantes que são diabéticos os riscos são ainda maiores. Isso porque o cigarro pontencializa às alterações vasculares induzidas pelo próprio estado hiperglicêmico da diabetes, podendo gerar obstruções e sangramentos oculares.

Para os jovens fumantes, os riscos de desenvolvimento dessas doenças são potencializados. Afinal, quanto mais tempo uma pessoa fumar, maiores são os riscos.

Aos fumantes e àqueles que estão procurando um incentivo para largar o cigarro, uma boa notícia. Assim que a pessoa parar de fumar, em poucos anos, os riscos para estas doenças citadas tornam-se quase tão baixos quanto para pessoas que nunca fumaram.

Da Redação com HD




Publicidade
Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar