Menu

Cuidados na Páscoa: chocolate é considerado tóxico para os animais, alerta veterinário

Em todos os anos, o mês de abril ganha um sabor especial em muitas casas. Com a chegada da Páscoa, a tradição dos ovos de chocolate fazem a diversão da família, especialmente da criançada. E cá entre nós, é difícil resistir a tantas opções e correr o risco de não aproveitar os diversos doces. Mas nessa festa toda, o seu pet também pode se lambuzar de chocolate?

Consumo de chocolate em excesso pode levar a morte dos animais — Foto: Arquivo pessoalConsumo de chocolate em excesso pode levar a morte dos animais — Foto: Arquivo pessoal

Negativo! Os bichinhos, de acordo com o veterinário Raymundo Chaves, não se dão bem com o alimento extraído do cacau e podem até morrer se ingerir grande quantidade do produto. O chocolate é considerado tóxico para os animais. "De forma alguma [devemos] oferecer chocolate aos animais. O indicado é que se ofereça petiscos produzidos para a linha pet mesmo. Hoje em dia a diversidade é enorme: biscoitos de sabor chocolate, temos até vinho e cerveja própria para cães”, explica.

O chocolate faz mal aos animais por possuir a substância teobromina. E não somente aos cães; os gatos, apesar de não serem tão atraídos pelo sabor, se ingerirem, o problema é o mesmo. Alguns sintomas de intoxicação nos animais são:

- Excitação
- Aumento da pressão
- Arritmias cardíacas
- Tremores
- Vômitos
- Diarreias
- Incontinência urinária
- Aumento da temperatura corpórea
- Convulsões que podem levar a morte

Brincadeiras, petiscos...

Se depender da fotógrafa Laís Escobar Lagoeiro, 24 anos, de Januária, o alerta do veterinário será muito bem seguido. A jovem é apaixonada pelos bichinhos e faz questão de manter os cuidados em dia, especialmente com a saúde dos pets. Tutora de oito animais, entre cães, gatos, calopsitas e um preá (porquinho da índia), ela pretende presentear seus amorzinhos na Páscoa com brincadeiras.

Laís com um de seus bichinhos no colo — Foto: Arquivo Pessoal/Laís LagoeiroLaís com um de seus bichinhos no colo — Foto: Arquivo Pessoal/Laís Lagoeiro

“Fui alertada pelo pet shop onde os levo e meu pai também achou um texto explicativo na internet [falando dos cuidados na alimentação canina com chocolate]. A nossa sorte que não somos do tipo que dá alimento humano para eles. Alimentamos eles só com ração. Pretendo passar a tarde de Páscoa dando bastante atenção a eles e comprar alguns petiscos de chocolate próprio”.

Com G1




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados