Menu

INSG assume serviços prestados pelo Oncocentro em Sete Lagoas

Muitos pacientes em tratamento no Oncocentro em Sete Lagoas ficaram assustados e até mesmo indignados com as últimas desmarcações de consultas e procedimentos de quimioterapia. O serviço que era terceirizado por uma empresa de São Paulo foi assumido pela Irmandade Nossa Senhora das Graças (INSG), nessa segunda-feira (15) e passa por adequação.

De acordo com a enfermeira e coordenadora da diretoria técnica do (HNSG), Adriana Souza Abreu Sales, algumas exigências da Portaria 140 do Ministério da Saúde, que regulamenta o serviço de oncologia, não estavam sendo executadas 100%. “Como agora o hospital abraçou o Oncocentro, passou a ser um serviço próprio. Durante essa semana nós estamos fazendo algumas readequações dos serviços”, explica.

Consultas e procedimentos de quimioterapia foram desmarcados nesta semana para fazer a adequação do serviço de oncologia na Irmandade / Foto: Tatiane GuimarãesConsultas e procedimentos de quimioterapia foram desmarcados nesta semana para fazer a adequação do serviço de oncologia na Irmandade / Foto: Tatiane Guimarães

A coordenadora explicou que alguns procedimentos foram desmarcados nesta semana para fazer a integração de sistemas e finalizar o treinamento dos novos contratados. Além disso, o projeto consiste em melhorias para os ambulatórios. O serviço era prestado por 17 funcionários e quatro médicos, alguns permanecem no hospital.

“As cirurgias oncológicas estão sendo realizadas. Doutora Priscila Rossi que é responsável pelas cirurgias, ela operou na segunda-feira, nenhuma foi cancelada. A Doutora Flávia Helena, também continua prestando assistência aos pacientes que estão internados. Ela está viajando essa semana, mas deixou um médico responsável pelos pacientes. Então o serviço que não está sendo feito essa semana é o serviço ambulatorial que são as consultas e as quimioterapias”, revelou Adriana.

O conselheiro administrativo, Nilo Antônio Campos, informou que o hospital assumiu o Oncocentro porque precisa readequar o serviço com as normas da portaria e que o percentual que a empresa terceirizada repassava para a irmandade era muito pequeno. “Já que iríamos fazer isso, nós assumimos a responsabilidade onde nós teremos todos os serviços. Também o lucro que estava com essa empresa terceirizada, voltar para o hospital que no momento está com uma situação mais necessitada do que o Oncocentro”.

A previsão é de que na próxima segunda-feira (22) o atendimento seja normal. Segundo a coordenação, a data pode ser antecipada para esta quinta-feira (18).

Atualmente, a oncologia atende quase 800 pacientes em tratamento. A coordenadora da gestão SUS, Aline Ituassu de Souza, afirmou que o hospital tem documento oficial para continuar com o tratamento na cidade. “Saiu uma portaria em fevereiro onde se mantém o credenciamento do hospital. A gente tá em prol disso, continuar mantendo esse serviço aqui”, expressou.


Por Tatiane Guimarães



Publicidade
Publicidade

Comentários   

jonathan
0 #2 jonathan 20-05-2017 07:31
Torcemos que funcione corretamente, mais acho dificil pois o hospital esta quebrado falta tudo nem medicação tem direito, alem de de esta morrendo pra pagar os funcionarios, dividiu o decimo terceiro em inumeras parcelas.
Citar
andrea
+4 #1 andrea 17-05-2017 14:15
Parabéns a Irmandade Nossa Senhora das Garças, por mais essa conquista... Que Deus abençoe a todos os profissionais , a direção da Irmandade, os médicos e todos pacientes que precisam que esse trabalho continue a ser prestado pela Hospital Nossa Senhora das Graças...
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar