Menu

Maioria das escolas estaduais de Sete Lagoas estão paradas por falta de pagamento aos servidores

Grande parte das escolas estaduais de Sete Lagoas suspenderam suas atividades e fizeram muitos alunos voltarem pra casa sem aula na manhã desta quinta. A triste realidade se dá pelo atraso no pagamentos dos servidores. O governo do Estado não conseguiu pagar na quarta-feira (13) os salários de mais da metade do funcionalismo público. Conforme escala divulgada na semana passada, a primeira parcela do pagamento dos servidores deveria ser depositada nessa quarta-feira. Sem pagamento, muitos servidores resolveram não trabalhar e afirmaram que só voltarão ao serviço normal quando o pagamento for efetuado.

Foto: SeteLagoas.com.brFoto: SeteLagoas.com.br

A Secretaria de Estado de Fazenda informou, por meio de nota, que não conseguiu efetuar o pagamento da primeira parcela dos salários de 53% do funcionalismo público por causa do reflexo da greve dos caminhoneiros.

De acordo com a secretaria, a paralisação gerou uma redução de 340 milhões de reais na arrecadação do Executivo Estadual. Ainda de acordo com a Secretaria da Fazenda, os depósitos da primeira parcela continuarão sendo feitas à medida que o fluxo de caixa for se normalizando, mas não esclareceu exatamente até quando isso deve acontecer.

O pagamento das outras parcelas dos salários está previsto para os dias 25 e 29 de junho.

Um representante do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (SindUte) de Sete Lagoas informou que desde segunda-feira (11) muitas escolas e servidores estão parados em protesto. Disse que nesta quinta a maioria das escolas estaduais da cidade estão com suas atividades suspensas, mas que o Sindicato não obriga ningém a parar, vai de cada funcionário. Ele afirmou que não estão sendo feitas manifestações nas ruas, apenas paralisação das atividades nas próprias escolas. O SindUte ainda não tem em números quais escolas estão funcionando na cidade mas garante que a maioria delas estão paradas. Disse ainda sobre rumores de que haverá um protesto de pais dos alunos no centro da cidade na tarde desta quinta, mas que a SindUte não está na organização disso.

Da Redação Com SindUte Sete Lagoas e Itatiaia




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados