Menu

Estação de água em Sete Lagoas tem vazamento de gás cloro e bombeiros são acionados

Na manhã desta sexta-feira(20), os militares da 5ª Companhia Independente em Sete Lagoas foram acionados para atendimento de uma ocorrência envolvendo vazamento de cloro gás numa Estação de Tratamento e Água (ETA), próximo a cidade de Funilândia/MG.

Bombeiros na ocorrência de vazamento de cloro gás /Foto: CBMMGBombeiros na ocorrência de vazamento de cloro gás /Foto: CBMMG

Segundo informações iniciais, o vazamento foi informado por uma equipe de manutenção da ETA, que durante inspeção em um dos cilindros, observou o aumento considerável da pressão que culminou no rompimento de uma válvula de segurança em um dos cilindros, que possui cerca de 900kg.

O local foi evacuado e isolado imediatamente após o ocorrido, inicialmente não há vítimas no local. Além dos bombeiros militares de Sete Lagoas, deslocaram para o local uma equipe especializada do Corpo de Bombeiros, o Pelotão de Operações Químicas Biológicas Radiológicas e Nucleares (PQBRN), que pertence ao Batalhão de Emergências Ambientais e Resposta a Desastres (BEMAD) com sede na capital e uma equipe do Núcleo de Emergências Ambientais (NEA).

Como medidas de segurança foram adotadas a evacuação do local, isolamento da área (observando o comportamento do vento), além da remoção do cilindro pela equipe especializada do Corpo de Bombeiros, o vazamento, no entanto, ainda não foi possível conter.

O cloro gás é considerado tóxico e corrosivo, dependendo da quantidade e tempo de exposição, pode ser fatal caso seja inalado ou absorvido através da pele. Na ETA ele é utilizado no processo de tratamento/purificação da água. O Corpo de Bombeiros recomenda que ao se deparar com ocorrências ou acidentes envolvendo produtos perigosos, mantenha-se a distância com vento pelas costas, acione o Corpo de Bombeiros através do 193 e/ou demais autoridades competentes, não tente identificar o produto se não for possível fazê-lo a distância e nunca se aproxime do local para ajudar outras pessoas, pois você poderá se tornar outra vítima.

Com CBMMG




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados