Menu

Sete Lagoas > Notícias > Cidades

Termina hoje prazo para as inscrições no Cefet-Minas

  • Categoria: Cidades

Termina hoje o prazo para realização das inscrições para os cursos de educação profissional técnica de nível médio e superior do segundo semestre do Cefet-Minas. As taxas de inscrição custam R$40 para nível médio e R$80 reais para nível superior. As provas estão previstas para serem realizada nos dias 19 e 20 de junho. Mais informações sobre os cursos o edital e as provas podem ser obtidas por meio do endereço eletrônico do Cefet. A página é cefetmg.br.

da redação

Ministério do Trabalho volta a operar com quadro de funcionários e atuação reduzida

  • Categoria: Cidades
Apesar da determinação nacional de se manter a greve dos Agentes Administrativos do Ministério do Trabalho, os funcionários do órgão na cidade voltaram a partir de hoje a operar com o quadro de 50% para realização das carteiras de trabalho e seguro
desemprego. De acordo com um dos funcionários da pasta, Felipe de Paula Soares, o piquete é a continuação de um processo de negociação para melhorias das condições de trabalho e reajuste salarial, iniciado no ano passado. Segundo Felipe, após diversas reuniões com o Ministério do Planejamento, a pasta havia acordado que as reivindicações seriam feitas a partir deste ano, o que não aconteceu. “A greve não é de agora, ela começou em novembro do ano passado e a gente achou que tudo seria resolvido, mas as determinações não foram cumpridas”, explica.

A gerente do Ministério do Trabalho, Maria Aparecida Guimarães relata que após uma entrada de uma medida cautelar no Supremo Tribunal Federal (STF) o órgão determinou que os funcionários deveriam retornar o quadro de funcionamento para os serviços indicados. Ainda de acordo com Maria Aparecida, a determinação não foi de grande importância para que o governo consiga entender a atual situação dos agentes administrativos na cidade. “Não encaramos isso (determinação do STF) como um retrocesso mas sim uma medida que dá a devida importância não só para nossa causa mas também para todos os usuários do serviços do Ministério, explica. Ainda de acordo com a gerente, a pasta tem noção da necessidade do serviço para a população e espera que em breve a situação seja resolvida. “ O número de pessoas em busca de ajuda e dos serviços do Ministério do Trabalho aumentou consideravelmente durante esses dia de greve. A gente atende cerca de 23 cidades vizinhas e espera que situação se resolva o mais rápido possível”, admite. Por último, Maria informou que na semana que vem será feita uma reunião em Brasília para tentar resolver a situação.

da redação

Links patrocinados