Menu

Sete Lagoas > Notícias > Cidades

Prefeitura começa hoje operação para limpeza das lagoas na cidade

  • Categoria: Cidades
A partir de hoje, dia 5 de maio, começa na cidade uma operação para limpeza de reestruturação das lagoas da cidades. De acordo com informações da Prefeitura serão feitos trabalhos para o cuidado das águas e do entorno das lagoas da Boa Vista, Catarina, Cercadinho e Paulino. Além do tratamento, 80 lixeiras serão instaladas.

Segundo o gerente de Limpeza Urbana da Secretaria de Meio Ambiente, Francis Padrão, dois agentes de limpeza estarão em cada lagoa mencionada e seis atuarão na área central com trabalhos na Lagoa Paulino. Além do processo de limpeza, a prefeitura também vai realizar um trabalho paralelo de conscientização da comunidade quanto a preservação das lagoas.

Quem aprovou a iniciativa foi a professora Regina Tavares, que afirmou que a operação “já passou da hora de ser iniciada”. Regina relata que mora próximo a lagoa Cercadinho e que sempre que vai caminhar pela região é surpreendida pela falta de cuidado com o local. “Lá tem sempre um cheiro forte de esgoto e o passeio está em péssimo estado de conservação”, relata a professora.

A operação que vai começar amanhã será realizada das 7h às 17h.

Cintia Rezende

Moradores do Bairro das Indústrias voltam a reclamar do esgoto a céu aberto

  • Categoria: Cidades
Há pouco mais de dois meses os moradores do Bairro das Indústrias lembram que fizeram a última reclamação referente a um problema que há mais de uma década prejudica a região: o forte cheiro de esgoto nas proximidades da Rua Papagaio. Informados de que o problema seria solucionado, os moradores da região ficaram a espera de uma equipe do Saae, fato que de acordo com a dona de casa Marília Pereira do Nascimento não ocorreu.

Marília relata que vem sentindo fortes dores de cabeça e que todos em sua casa passam mal diariamente com o problema. “Ontem até que o cheiro estava melhor, mas no fim de semana estava impossível de ficar em casa”, revela Marília. Ela relata que a cada dia está mais preocupara com a situação do local, tendo em vista que a lagoa com água suja e com esgoto está cada vez mais exposta. “É muito triste ver a atual situação do nosso bairro, esta lagoa cheia de água suja já foi área de lazer que a gente chamava de ‘Lagoa do Brejão’. Agora a gente tem até medo de pisar”, admite. A moradora conta também que após a última reportagem feita sobre o local pensou que a situação iria ser resolvida mas que até então nada foi feito. “Cheguei a ligar diversas vezes para o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), mas que nunca tiveram uma resposta sobre o problema”, explica.

Gabriele Borges de 14 anos relata que após ter mudado para o bairro, vem apresentando manchas e feridas no corpo, situação que para a jovem está ligada a falta de higiene do local. “Tenho certeza que tudo isso tem a ver com o esgoto e com água contaminada”, afirma. Há pouco mais de um ano no local, Ana Paula Nonato, conta que sua preocupação com estado de saúde da sua família aumenta há cada dia. A moradora relata que em tempo de chuvas fica nervosa com a possibilidade de a água contaminada invadir seu terreno. "Sempre to de olho nos meu filhos por que ele brincam no chão e assim eles podem se contaminar”, explica.

Em nota, o Saae informou que a Autarquia constantemente realiza a limpeza com o caminhão “limpa fossa” nas proximidades da Rua do Papagaio, mas devido ao grande volume de lixo que vem juntamente com esgoto das residências, as bóias ficam presas impedindo que a bomba seja acionada. Ainda de acordo com a Autarquia, o setor de obras/engenharia do Saae irá construir uma vala com grades antes do bombeamento, para que o lixo seja retido e não entre dentro da elevatória. O Saae não soube informar quando mas afirmou que o projeto já está na programação da engenharia.


Cintia Rezende

Links patrocinados