Menu

Inscrições abertas para curso gratuito em Agronegócio em Sete Lagoas

Inscrições abertas para o Curso Técnico em Agronegócio, certificado pelo Ministério da Educação (MEC) e reconhecido pelos Conselhos Regionais de Engenharia (Creas). Neste processo seletivo, são oferecidas 2 mil novas vagas. Em Minas Gerais, onde o Senar Minas coordena o curso, são 150 vagas distribuídas nos polos de Sete Lagoas, campus Unifemm (50), em Contagem, no Uniceasa (50) e em Manhuaçu (50).

Foto: Reprodução/SENARFoto: Reprodução/SENAR

Lançada em 2015, a Rede e-Tec Brasil no SENAR já formou com sucesso suas primeiras turmas e conta agora com mais de oito mil alunos. Os primeiros alunos a concluírem o curso em Minas se formaram em abril deste ano. “É um momento singular para o SENAR como instituição que atua há 25 anos na formação profissional do homem do campo” - avalia a coordenadora de Educação Formal, Maria Cristina Ferreira. “O SENAR leva ao seu público uma formação de maior complexidade, que é o ensino técnico de nível médio, no qual as práticas agregadas a conhecimentos teóricos possibilitam ao aluno consolidar novas capacidades técnicas e de gestão para atuar na melhoria do processo produtivo no setor agropecuário”.

Para saber mais ou fazer sua inscrição, acesse o portal da rede: http://etec.senar.org.br/

Segurança para atuar no mercado - Depoimentos de ex-alunos do curso 

Grande percentual do curso, de dois anos, é a distância, com 80% das aulas disponibilizadas no portal da rede. Mas o aluno precisa reservar espaço na agenda para 20% de aulas presenciais, realizadas nos polos e em visitas técnicas em propriedades rurais e agroindústrias.

Formada no polo de Contagem, Carla Patrícia Coelho, 46 anos, trabalha com informática, mas sentiu a necessidade de aprimorar os conhecimentos e investir mais no terreno da família, que estava arrendado para o plantio de feijão, depois que a mãe faleceu. Ela conta que o curso trouxe conhecimentos indispensáveis e que pretende mudar de área. “Reconheço o agronegócio como promissor e sinto os benefícios da minha formação para nortear esse novo ambiente que, até então, era desconhecido para mim. O primeiro desafio é aplicar o conhecimento e as técnicas na produção de mudas nativas”.

Abrir a visão e expandir as ideias foi o objetivo de Alberto Xavier da Silva, colega de sala de Carla, ao se inscrever no curso. De origem rural, ele aproveitou o apoio dos professores e pesquisou sobre a “Qualidade do Leite na Agricultura familiar”. A partir do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), Alberto descobriu que o maior desafio do produtor rural está no manejo, que vai desde a alimentação do animal até a entrega do produto ao laticínio. Além de melhorar a técnica em seu próprio terreno, o sonho de Alberto, apaixonado por gado leiteiro, é trabalhar na prestação de assistência ao produtor, seja em associações ou sindicatos.




Da Redação com SENAR



Publicidade
Publicidade

Comentários   

Ronaldo
+1 #3 Ronaldo 12-07-2017 14:47
Marcio , alėm de dar o curso gratuito , ainda quer escolher o lugar ?? Seria demais né , quer te busque em casa tbem e entrega sua merenda ?? Cada comentario aqui viu !! Concordo q o trasporte não é de qualidade , mais pessoal quer tudo na mão tbem ė demais viu , cabeça daqui de alguns são um lixo tbem ..
Citar
Marcio
-5 #2 Marcio 04-07-2017 16:09
Por que logo na femm ??? mto longe e fora de mão, transporte coletivo que não funciona, cidade lixo.
Citar
Rafaella Fernandes dos Santos
+3 #1 Rafaella Fernandes dos Santos 04-07-2017 12:04
Gostaria de participar do curso tecnico em agronegocio
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar