Menu

Jovens jogadores de futebol vêm para MG iludidos por olheiro e sofrem maus-tratos

A Polícia Civil investiga uma denúncia de tráfico interno de pessoas na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Pelo menos 13 jovens, que vieram de vários estados do país, estariam vivendo em um apartamento no Bairro Londrina, em Santa Luzia, sem estrutura e sem alimentação com a promessa de conseguir uma vaga em um clube de futebol. Há suspeitas de ameaças, abuso sexual e tentativa de abuso.

Reprodução/InternetReprodução/Internet

Segundo a polícia, no local não havia móveis e os jovens dormiam no chão. A comida era levada somente no dia para consumo.

Quem teria trazido os jovens para Belo Horizonte seria um homem identificado como Fernando. Ele dizia aos garotos que garantia testes para os meninos jogarem em times de futebol.

Reprodução/ItatiaiaReprodução/Itatiaia

De acordo com os garotos, Fernando está viajando para São Paulo e de lá irá para Goiânia, onde vai apresentar dois garotos para fazer teste, pré-agendado, em um time local.

Um dos jovens, que não será identificado, confirma que todos dormem no chão e que cada um pagou para vir para Minas Gerais. “Eu paguei R$530 pra vir pra cá e não valeu a pena”, disse. Ele ainda confirma os abusos e destaca que o contato com Fernando foi feito via redes sociais: “Confiei e agora ‘ta’ tudo destruído”, lamentou.

Fernando ainda é acusado de obrigar os garotos a fazer mídia para a ‘empresa’ dele, gravando vídeos onde eles agradecem a oportunidade. 

Com Itatiaia




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados