Menu

Marcos Rocha pretende continuar no Palmeiras e declara que colocaram um ponto final em sua história no Atlético

Campeão brasileiro pelo Palmeiras, Marcos Rocha afirmou que quer continuar na equipe de Palestra Itália na próxima temporada. O lateral-direito, que pertence ao Atlético, tem contrato de empréstimo com o time paulista até o final deste ano. As diretorias dos clubes ainda não decidiram qual será o destino do jogador de 29 anos a partir de 1º de janeiro de 2019.

O jogador foi campeão brasileiro pelo Palmeiras / Foto: reprodução SuperesportesO jogador foi campeão brasileiro pelo Palmeiras / Foto: reprodução Superesportes

Em entrevista concedida ao Lance!, o jogador foi questionado se pretende seguir na Academia de Futebol e respondeu que ‘sim’. Rocha disse, ainda, que sua história no Galo foi encerrada pelos dirigentes, quando ele foi emprestado ao Palmeiras.

“O pessoal já sabe a minha vontade. Tenho uma linda história dentro do Atlético, sou muito grato ao Atlético por tudo que fizeram por mim e pela minha carreira. Mas, no ano passado, quando optaram pelo meu empréstimo, senti que foi um ponto final que colocaram na minha história. Eu tinha outros pensamentos vestindo a camisa do Atlético, e todos lá sabiam, mas, naquele momento, ninguém respeitou”, disse Marcos Rocha.

Para poder contar com Marcos Rocha na próxima temporada, o Palmeiras terá que pagar 2 milhões de euros (cerca de R$ 8,6 milhões) ao Atlético, valor fixado pelo passe do lateral-direito.

O Superesportes apurou que a equipe paulista quer contar com o lateral em 2019, porém não pretende necessariamente desembolsar a totalidade da quantia combinada com o Atlético. Uma possibilidade é o envolvimento de algum jogador do vasto elenco do Palmeiras na negociação para abater parte do valor fixado pelo Galo.

No Atlético, o atual titular da lateral direita é o jovem Emerson, de 19 anos. Porém, o jogador já despertou interesse de clubes europeus, inclusive do Barcelona, e pode não seguir no Galo.

Marcos Rocha iniciou a temporada como titular no Palmeiras, mas perdeu a vaga para Mayke, ex-Cruzeiro. Ao todo, foram 42 jogos com a camisa alviverde e um gol marcado em 2018.

 

Com Superesportes




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados