Menu

Atletas setelagoanos de squash participam de competição sul-americana e voltam vencedores

Aconteceu em Brasília, entre os dias 4 e 7 de abril, a Copa Sul-americana de Squash, realizada no Capital Squash Center em Brasília. Sete Lagoas esteve presente na disputa com a presença de dez atletas amadores, sendo que desses, quatro subiram ao pódio em cinco categorias, conquistando ao todo sete troféus.

Setelagoanos participaram da Copa Sul-americana de squash./ Foto: Arquivo pessoalSetelagoanos participaram da Copa Sul-americana de squash./ Foto: Arquivo pessoal

Thiago Macedo Alves, também conhecido como Thiago Miaga, além de treinador dos atletas, foi um dos competidores. Ele conta que a ideia de competir veio a partir de uma ligação recebida por ele do presidente da Federação Brasileira do esporte, convidando-o a jogar. “Ele me ligou e falou que ia ter esse campeonato lá em Brasília e perguntou se eu não queria participar. Eu aceitei e convidei alguns amigos”, diz Miaga, explicando como foi feita a escolha do grupo.

Os dez jogadores participaram, em geral, de classes diferentes, já que cada uma delas é definida por níveis e idades. A Copa teve, aproximadamente, dez categorias sendo disputadas e os setelagoanos ganharam praticamente metade delas. “O pessoal conseguiu bons resultados lá. Meus alunos foram campeões na 2ª Classe, na 3ª Classe, na 5ª Classe e na categoria Master também”, explica o treinador.

Um dos vencedores foi Denilson Lanza, que saiu vitorioso em duas categorias. Ele conta que a competição “foi uma experiência única, pois assistimos e conhecemos os melhores jogadores da atualidade da América do Sul”. Mesmo diante da dificuldade, o resultado obtido por ele foi mais que positivo.

A avaliação feita por Miaga acerca do desempenho de seus alunos é positiva e superou as expectativas. A ideia do grupo era conquistar ao menos dois troféus, mas finalizaram a competição com o saldo de sete. Para o técnico, o resultado mostra a evolução bem feita dos atletas amadores. “Mesmo aqueles que não conquistaram o título, fizeram excelentes jogos e mostraram evolução”, avalia.

Confira abaixo a lista de vencedores e suas categorias:

- Marco Antonio: Campeão 2ª Classe
- Denilson Lanza: Campeão 3ª Classe
- Rodrigo Magalhães / Guilherme de Paula: Campeão e Vice 6ª Classe
- Denilson Lanza: Campeão Master B
- Guilherme de Paula / Rodrigo Magalhães: Campeão e Vice Master C

Vencedores: quatro setelagoanos e dois belorizontinos./ Foto: DivulgaçãoVencedores: quatro setelagoanos e dois belorizontinos./ Foto: Divulgação

Além deles, também participaram da competição:

- Marcelo Marani: 6ª Classe
- Mateus Campolina / Gustavo Martins / Saulo Lanza / Francisco Barros: 4ª Classe

Miaga também foi um dos competidores. Ele participou da disputa pela 2ª Classe, chegando a ficar entre os oito melhores jogadores, de um total de 32. Ele explica que as partidas são eliminatórias.

Projetos futuros

Thiago Miaga, que é dono de uma das duas quadras de squash localizadas em Sete Lagoas juntamente com Denilson Lanza, conta que a partir de agora tem quatro objetivos. O primeiro é evoluir o nível dos jogadores que já estão conquistando bons resultados; segundo, estimular ainda mais o squash na cidade; terceiro, intensificar os trabalhos com jogadores mais jovens, criando uma escolinha para crianças de 9 a 12 anos; quarto, criar um projeto social e levar o squash para crianças carentes, mas, para isso, necessita de apoio financeiro.

Além desses, ele espera poder construir mais quadras para a prática do esporte. “Atualmente estamos com muita gente jogando, aproximadamente 200 a 250 alunos, o que para duas quadras é muita gente. A ideia é fazer mais uma ou duas até o final deste ano”, explica.

Miaga convida a todos que quiserem comparecer à quadra para conhecer o esporte.

O esporte

O squash é um esporte jogado individualmente ou em duplas. Ele é dividido em classe e também tem divisões que levam em conta as idades dos atletas. É praticado com raquete e uma pequena bola de borracha e jogado numa quadra fechada pelos quatro lados, sendo a traseira de vidro.

As classes 1 a 6, as disputadas pelos jogadores setelagoanos, são para atletas amadores. A 1ª concentra os melhores e a 6ª os mais iniciantes.

Já a classe acima da 1ª é direcionada para os já profissionais.

Por Vinícius Augusto




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados