Menu

Atlético empata com São Paulo no Horto e fica em 5º na tabela do Brasileiro

O Atlético chega à pausa para a Copa América na 5ª posição do Campeonato Brasileiro. Na noite dessa quinta-feira (13), o Galo recebeu o São Paulo no Independência, dominou grande parte do confronto, mas ficou no empate por 1 a 1. Alerrandro, uma das novidades do time no Horto, abriu o placar no primeiro tempo. Alexandre Pato, na etapa final, deixou tudo igual no marcador.

Foto: Reprodução/Internet/ Foto: Reprodução/Internet/

O resultado foi ruim para as pretensões do alvinegro, que planejava o triunfo para fechar a nona rodada na 3ª colocação. Agora, o Galo soma os mesmos 16 pontos do Internacional, que está à frente pelo saldo de gols. O São Paulo tem 14 e é o nono.

O foco do Atlético agora é na Copa do Brasil. Após a pausa para a Copa América – os jogadores vão ganhar dez dias de folga antes da volta aos treinos – o Galo vai entrar em campo pelo torneio mata-mata contra o Cruzeiro, no Mineirão, em duelo válido pelas quartas de final.

O jogo

O duelo foi duro para o Atlético contra o tricolor. Com a marcação bem ajustada, o time visitante deu poucos espaços em campo. No começo, o alvinegro abusou dos lançamentos longos para os laterais, principalmente Patric. As jogadas, no entanto, não surtiram efeito.

Com dificuldades para entrar na área tricolor com a bola dominada, o Galo passou a apostar na jogada aérea. Igor Rabello, que quase encontrou Luan, e Réver, com cabeceio que passou perto da trave, levaram perigo. O São Paulo, por sua vez, esperava um contra-ataque. E ele veio, mas Hernanes, livre, finalizou mal e desperdiçou grande chance.

Dono da posse de bola no Horto, o Galo insistia na jogada área. Na primeira, a bola sobrou para Chará, que chutou forte e obrigou Tiago Volpi a fazer grande defesa. Em nova cobrança de escanteio, Igor Rabello subiu e achou Alerrandro livre. O atacante driblou o defensor e finalizou de perna esquerda para balançar as redes: 1 a 0.

O lance, inicialmente, foi invalidado. Alerrandro estava à frente da linha defensiva do São Paulo e o impedimento foi marcado. Mas, após chamado do VAR, Vuaden entendeu que, após o toque de Igor Rabello, o desvio da zaga tricolor foi proposital, configurando o início de uma nova jogada. Depois de cinco minutos de paralisação, o garoto atleticano conseguiu comemorar o 13º gol na temporada.

Para a etapa final, o São Paulo voltou com Igor Gomes e Everton Felipe nas vagas de Igor Vinícius e Toró. O jogo voltou quente na etapa final. Inspirado, Alerrandro criou boas jogadas e colocou Patric e Fábio Santos na cara do gol, mas a bola não entrou. Cazares, após passe Luan, quase marcou. O tricolor respondeu com Pato, que deu chapéu em Igor Rabello e finalizou com perigo.

As mudanças feitas por Cuca, que ainda colocou Nenê em campo, fizeram o time tricolor mais ofensivo. Mesmo assim, o Galo se portou bem em campo e deu poucos espaços. O Atlético seguiu controlando a posse de bola com passes curtos. Mas, num erro defensivo alvinegro, o São Paulo empatou. Nenê fez boa jogada individual e encontrou Alexandre Pato. No domínio, o camisa 7 passou por Réver e finalizou sem chances para Victor: 1 a 1.

Após sofrer o empate, o Galo foi para cima. Rodrigo Santana colocou Maicon no lugar de Adilson e aumentou a força ofensiva da equipe. O Atlético tentou, mas parou em Tiago Volpi, que salvou finalizações de Alerrandro e Luan. No fim, o time alvinegro lutou muito, mas não conseguiu garantir a vitória antes da pausa para a Copa América.

Com Superesportes




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados