Menu

Sete Lagoas > Notícias > Esportes

Fabíola, Joanna e Yabe conquistam prata e superam recordes

  • Categoria: Esportes
No primeiro dia da 6ª etapa da Copa do Mundo Fina/Arena de Natação 2008, ontem (11), Fabíola Molina manteve o costume e subiu no pódio novamente, desta vez para receber a medalha de prata nos 50m costas, 27s45. Joanna Maranhão também chegou na segunda posição, nos 200m medley e superou em mais de um segundo sua própria marca sul-americana, agora de 2m11s36. Outra prata veio com Diogo Yabe nos 400m medley, 4m13s12. E Tatiana Lemos, mesmo com a quarta posição, bateu o recorde continental dos 200m livre, com 1m57s30.

Na etapa anterior do circuito mundial, há três dias em Moscou, Fabíola superou o recorde sul-americano dos 50m costas, com 27s34. A vencedora em Estocolmo foi a croata Sanja Jovanovic, 27s16, e o bronze foi para a australiana Sophie Edington, com 27s58. Fabíola Molina já soma 33 medalhas na história da Copa do Mundo de Natação da Federação Internacional – FINA.

A pernambucana Joanna Maranhão, do Nikita-Sesi/PE, melhorou em muito sua marca anterior, feita em setembro de 2005, que era de 2m12s42. A única a superá-la na Suécia foi a sul-africana Katheryn Meaklim, com 2m09s54. Em terceiro lugar chegou sua compatriota Amanda Loots, com 2m11s46.

Já Diogo Yabe foi prata nos 400m medley, entre dois dinamarqueses. O vencedor foi Chris Christensen, com 4m11s47, enquanto o bronze ficou com Tobias Urban Hansen, 4m28s31. Yabe também disputou a final e acabou na 5ª colocação dos 100m medley, com 54s39. O pódio ficou assim: Oussama Mellouli, da Tunísia, 52s78; Darian Townsend, da África do Sul, 52s94; e Nicholas Brunelli, dos EUA, 53s34.

Tatiana Lemos Barbosa, do Pinheiros, mesmo caindo uma posição das eliminatórias para as finais e não subindo ao pódio, superou o recorde continental dos 200m livre, com 1m57s30. O recorde sul-americano anterior era de sua companheira de clube, Monique Ferreira, com 1m57s84, de dezembro de 2005. O pódio dos 200m livre na Suécia foi formado por duas atletas da casa, Petra Granlund, 1m54s77 e Josefin Lillhage, , 1m55s37; e ainda Joyce Kara Lynn, dos EUA, 1m57s25. Tati ainda participou da final dos 50m livre e terminou na 7ª posição, com 24s90. A vencedora foi a australiana Mareike Guehrer, 24s25, seguida das suecas Therese Alshammar e Josefin Lillhage, com 24s32 e 24s47.

A etapa prossegue hoje (12), em Estocolmo, Suécia. Já o circuito termina neste fim de semana (dias 15 e 16/11), com a 7ª etapa, em Berlim, na Alemanha. O Brasil tem, até o momento, 12 novas marcas sul-americanas em piscina curta obtidas no Circuito de 2008, além de um recorde igualado.Os nadadores brasileiros participam das etapas da Copa do Mundo de Natação com recursos dos Correios e da Lei Agnelo/Piva.
 
CBDA

Links patrocinados