Menu

Sete Lagoas > Notícias > Polícia

Blitz da Polícia Militar leva a prisão de três pessoas por porte de drogas

  • Categoria: Polícia

Três pessoas foram presas durante uma blitz da Polícia Militar, realizada na Rua Horácio Índio do Brasil na Serra de Santa Helena em Sete Lagoas. De acordo com a PM,  dentro do veículo GM/Corsa  estavam R.M.M., 26 anos, W.H.O.T., 22 anos e T.V.S., 23 anos.

Junto com os jovens foram encontradas debaixo do banco traseiro cinco petecas de cocaína. Os acusados declararam que havia adquirido as drogas por meio de um “disque-drogas”.

Os três autores foram presos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil e o veículo, que não estava devidamente licenciado, foi apreendido. A PM também localizou uma residência na Rua Bolívar de Freitas, no Bairro Boa Vista que estaria sendo utilizada para o tráfico de drogas.

apre31apre31

 

No local a policia encontrou seis pessoas  R.C.L.J., 28 anos, W.S.B., 21 anos, B.L.F., 25 anos, V.L.S.B., 50 anos, M.A.V., 18 anos, L.S.S., 24 anos. No quintal da residência havia sido enterrado um embrulho com aproximadamente 300  gramas de cocaína. Já no quarto a quantia aproximada de R$2.424,00 em dinheiro e R$30,00 em cheque.

Todos os autores foram presos e encaminhado a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com todos os materiais apreendidos.

 

da redação com informações da PMMG

Servidores de Sete Lagoas participam da paralisação dos Delegados da Polícia Civil de MG

  • Categoria: Polícia

Parte dos 14 delegados de polícia e os 56 investigadores de Sete Lagoas aderiram parcialmente à paralisação proposta pela categoria em todo Estado, nessa deledelesegunda-feira.

De acordo com agentes da Polícia Civil de Minas Gerais, a paralisação foi feita como parte das reivindicações por melhores condições de trabalho nas delegacias e reajuste salarial.

O Sindpol-MG, Sindicato dos Servidores da Polícia do Estado de Minas Gerais informou que durante o dia,  os serviços oferecidos pela corporação, como registro de ocorrências em delegacias, foram realizados normalmente, em um quadro de escala mínima.

Em Sete Lagoas, o delegado de polícia, Oswald Wiernann Junior, informou que alguns trabalhadores foram se reuni com representantes do sindicato, mas que o serviço na cidade não ficou comprometido em função da paralisação.

Ainda de acordo com o delegado, a categoria busca a equiparação da carreira de delegados, agentes e investigadores com “a carreira jurídica do Estado”, explica.

Além disso, o delegado, que há 16 anos atua na área afirma que no caso de Sete Lagoas, assim como em outras cidades há ainda a necessidade da realização de concurso público para reposição de pessoal. “Nos precisamos de mais pessoas, pois tem gente que está aposentando”, relata.

A mobilização da categoria começou após uma assembleia realizada em Belo Horizonte na última terça-feira. Ontem os delegados saíram da sede do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de Minas Gerais (Sindepominas), em Belo Horizonte e foram em direção ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins.

O grupo fez uma panfletagem na Cidade Administrativa alertando aos servidores públicos sobre a condições de trabalho da categoria. No dia 8 de abril acontecerá mias uma assembleia geral com filiados do Sindpol-MG. Hoje as atividades foram retomadas normalmente.

 

da redação com informações do Sindpol-MG

Subcategorias