Menu

Sete Lagoas > Notícias > Polícia

Brincadeira com revólver acaba em morte de jovem de 17 anos

  • Categoria: Polícia

Um adolescente de 17 anos morreu após levar um tiro no pescoço durante uma brincadeira com um revólver calibre 38 com mais dois amigos menores de idade. A arma estava sendo passada de mão em mão quando disparou acertando de forma fatal o jovem. O crime aconteceu na quinta-feira (13) na rua Trinta e Três, no bairro Nova Pampulha, em Vespasiano.

Incidente aconteceu na rua Trinta e Três em Vespasiano / Foto: Google Street View Incidente aconteceu na rua Trinta e Três em Vespasiano / Foto: Google Street View

Quando a Polícia Militar chegou ao local o jovem já havia sido socorrido e levado para o Hospital Risoleta Tolentino Neves, em Belo Horizonte, onde morreu pouco depois com uma perfuração no pescoço. No local da brincadeira a polícia fez contato com os outros dois garotos que após interrogatório confessaram que o disparo aconteceu quando a arma era passada de mão em mão.

Os rapazes, porém, não informaram onde a arma havia sido desovada. Após busca em um matagal da família de um dos menores o revólver calibre 38 usado no crime foi encontrado. A arma da marca Taurus, estava com quatro cartuchos, um picotado e outro deflagrado. 

Os adolescentes assumiram que a arma encontrada no matagal foi a usada na brincadeira e que pertencia a um deles para proteção. Os menores e a arma foram apreendidos e encaminhados para a delegacia da cidade.

Da Redação com informações de Ascom 36º BPM

Mais de 25 mil procurados pela Justiça longe das cadeias de Minas

  • Categoria: Polícia

Minas Gerais tem, hoje, 25.272 procurados pela Justiça, pessoas com mandados de prisão em aberto. O número não corresponde à realidade, pois o cadastro é feito gradativamente no Banco Estadual de Mandados de Prisão (Bemp), criado no primeiro semestre deste ano em cumprimento a uma lei federal.

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Até o fim de 2012, todos os nomes devem ser registrados no sistema, ligado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em Minas, estima-se que 15% ainda estejam de fora.

Com isso, os procurados devem chegar a 30 mil no Estado. O total é considerado preocupante pelo juiz auxiliar da Corregedoria-Geral de Justiça de Minas Gerais, Wilson Benevides.

De acordo com o juiz o número é muito alto, porque corresponde a mais da metade da população carcerária do Estado. Se todos fossem presos, não haveria onde colocá-los, porque já existe um déficit de vagas.

A atual população carcerária do Estado é de 49.417 presos, para cerca de 32 mil vagas.

Para que todos os mandados sejam incluídos no Bemp, a Corregedoria começou, na última segunda-feira (10), a fiscalizar o trabalho dos escrivães judiciais, responsáveis pela inserção dos dados.

O objetivo é ter um sistema seguro que será utilizado, no futuro, pelas polícias. A ferramenta vai substituir a atual forma de consulta. Em alguns casos, ela ainda acontece por fax.

Os cadastros de Minas são enviados para o sistema nacional, de livre acesso pelo site do CNJ. A partir do nome, qualquer pessoa pode fazer uma busca e descobrir se outra tem ou não mandado de prisão em aberto.

O dispositivo vai facilitar para quem quiser contratar alguém de outro estado, por exemplo. O empregador poderá saber se o candidato tem alguma dívida com a Justiça. Até o momento, o Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP) tem 95.406 mandados cadastrados.

Da Redação com informações de Hoje em Dia

Subcategorias

Links patrocinados