Menu

Sete Lagoas > Notícias > Polícia

Polícia de Meio Ambiente de Sete Lagoas intensifica trabalhos durante época de seca

  • Categoria: Polícia
Com atuação que cobre uma área de 5.253 km², equilavente a 12 municípios, entre eles, Araçaí, Cachoeira da Prata, Caetanópolis, Baldim, Cordisburgo
Funilândia, Fortuna de Minas, Jequitibá, Inhaúma, Paraopeba, Santana de Pirapama e Sete Lagoas, a Polícia Ambiental da cidade tem em média 45 ocorrências referente a infrações ambientais por mês. Segundo informações, as ocorrências mais freqüentes são referentes à pesca ilegal, desmatamento ilegal, poluição ambiental e transporte, captura e guarda de pássaros da fauna silvestre. No total, a polícia chega a contabilizar por mês, cerca de 120 registros entre atendimento, denúncias e registros de outras ações.

Segundo o Capitão Rodrigues, um dos responsáveis pelo trabalho no local, a atuação da polícia é feita assim como em outros crimes. “Após constatado um crime ambiental, devemos identificar o autor, registrar um Boletim de Ocorrência que será destinado à Delegacia de Polícia, ao Ministério Público e ao órgão Estadual ou Federal que dita normas e procedimentos relativos à proteção do bem ambiental lesado. Lavramos a multa do infrator e se houver flagrante delito, o infrator é preso e conduzido à Delegacia de Polícia”, explica.

Ainda de acordo com o policial nesta época do ano as pessoas devem ficar atentas as queimadas e aos riscos de acidentes, devido ao tempo seco. “As queimadas geralmente ocorrem no período compreendido entre junho e agosto, quando a vegetação esta seca, e pode ser ocasionada pela ação humana ou por alguns fatores naturais.

Para amenizar estas situações, realizamos palestras e inúmeras campanhas educativas, inclusive entrevistas nas emissoras de rádio, e TV, além de palestras em comunidades rurais e também em escolas”, reforça. Por último, Capitão Rodrigues explica que a polícia, que atua em Sete Lagoas e região, desde o ano de 1974 também realiza ações por meio de patrulhas aquáticas com o objetivo de inibir a prática de pesca e caça ilegal. Junto ao trabalho, também são realizadas ações a pé nas diversas modalidades de fiscalização preservação do meio ambiente.
 

 
 

 
por Cíntia Rezende e Roberta Heloise 
fotos: Arquivo Polícia de Meio Ambiente

Bombeiros tentam conter fogo em siderúrgica da cidade

  • Categoria: Polícia
O Corpo de Bombeiros de Sete Lagoas ainda tenta conter o incêndio iniciado ontem na siderúrgica “MGS”. Segundo os bombeiros, o fogo, que atingiu um silo, área onde o carvão é armazenado, começou por volta das 16h dessa quarta-feira. Segundo relatos, o trabalho de controle das chamas começou ainda no período da tarde e se prolongou por toda a madrugada desta quinta-feira. Até o momento não há registro de nenhum funcionário da empresa que tenha se ferido durante o acidente. Para conter o fogo, foram utilizados um caminhão-jamanta com capacidade para 30 mil litros de água, uma bomba e um caminhão-pipa da própria empresa. As causas do incêndio, ainda não foram identificadas. 

 

da redação

Subcategorias

Links patrocinados