Menu

Marcio Reinaldo é citado em lista de políticos que receberam dinheiro da Odebrecht

O ex-prefeito de Sete Lagoas, Marcio Reinaldo Dias Moreira, foi citado na lista divulgada na tarde desse domingo (17), pelo G1, contendo apelidos e respectivos nomes de políticos que teriam recebido dinheiro da Odebrecht, empresa investigada na Operação Lava Jato. Nome de Marcio Reinaldo aparece com o apelido de “Jogador”.

Nome de Marcio Reinaldo aparece com o apelido de “Jogador” / Foto: www.fatonotorio.com.brNome de Marcio Reinaldo aparece com o apelido de “Jogador” / Foto: www.fatonotorio.com.br

Segundo o portal de notícias, a lista foi feita a partir de vídeos e documentos das delações premiadas de executivos da Odebrecht. Os apelidos eram usados para que funcionários da área que fazia os repasses irregulares não ficassem sabendo para quem ia o dinheiro.

O SeteLagoas.com.br entrou em contato com Marcio Reinaldo, que está em Brasília. Por telefone, o ex-prefeito disse que não tem relação com a lista. “Não sei o que é isso. Se for, deve ser via partido”, justificou.

Confira os apelidos e a quem se referem:

Abelha - Francisco Appio, ex-deputado estadual (PP-RS)
Acelerado - Eduardo Siqueira Campos (DEM-TO)
Aço - Wellington Magalhães, vereador (PTN-MG)
Adoniran - Braz Antunes Mattos Neto, vereador (PSD-SP)
Anão - Antônio Carlos Magalhães Neto, prefeito (DEM)
Alba - Tiago Correia, vereador (PSD-BA)
Alemão - Carlos Todeschini (PT-RS)
Alemão - Valdir Raupp (PMDB-RO)
Aliado ou Gremista - Marco Maia, deputado federal (PT-RS)
Amante ou Coxa - Gleisi Hoffmann, senadora (PT-PR)
Amarelou - Durval Amaral, presidente do Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR)
Amigo - Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente (PT-SP)
Amigo C - Paulo Câmara, vereador (PSDB-BA)
Angorá, Primo, Bicuíra ou Fodão - Eliseu Padilha, ministro (PMDB-RS)
Aquático - João Fischer (Fixinha), deputado estadual (PP-RS)
Aracaju - Aloizio Mercadante (PT-SP)
Asfalto - Jaime Martins, deputado federal (PSD-MG)
Aspirina - Angela Amin, ex-prefeita (PP-SC)
Atleta - Renan Calheiros (PMDB-AL)
Atravessador - Alcebíades Sabino, ex-deputado estadual (PSC - RJ)
Avião - Manuela D'Ávila, deputada federal (Pc do B-RS)
Azeitona - José Fernando de Oliveira, ex-deputado (PV-MG)
Babão - Iris Rezende, prefeito (PMDB-GO)
Babel - Geddel Vieira Lima, ex-ministro (PMDB-BA)
Babosa - Paulo Alexandre Barbosa, prefeito (PSDB-SP)
Baianinho - Paulo Hartung, governador (PMDB-ES)
Baixada - Manoel Neca (PP)
Balzac - Yeda Crusius, deputada federal (PSDB-RS)
Barão - Carlin Moura, ex-prefeito (PC do B-MG)
Barbie ou Belo Horizonte - Marta Suplicy, senadora (PMDB-SP)
Barrigudo - Fábio Ramalho, deputado federal (PMDB-MG)
Batalha ou Chorão - Sérgio Guerra, ex-presidente do PSDB (PSDB-PE)
Bateria - Maria do Carmo Lara Rezende, ex-prefeita (PT-MG)
Belém ou M&M - Geraldo Alckmin, governador (PSDB-SP)
Benzedor - João Paulo Papa, deputado federal (PSDB-SP)
Bico - Geraldo Júnior, secretário municipal (SD-BA)
Bitelo - Lúcio Vieira Lima, deputado federal (PMDB-BA)
Biscoito - Sandro Mabel, ex-deputado federal (PR-GO)
BMW ou Manso - Beto Mansur, deputado federal (PRB-SP)
Boa Vista - Paulinho da Força, deputado (SD-SP)
Boca mole - Heráclito Fortes, deputado federal (PSB)
Bocão - Sandro Boka, ex-deputado (PMDB-RS)
Boiadeiro - João Paulo Rillo, deputado estadual (PT-SP)
Bolinha ou Pescador - Anthony Garotinho, ex-governador (PR-RJ)
Bonitão ou Garanhão - Fabio Faria, deputado (PSD-RN)
Bonitão, Pavão, Bonitinho, Velho, Casa de Doido - Julio Lopes, deputado federal (PP-RJ)
Bonitinho - Robinson Faria, governador (PSD-RN)
Boquinha - Sérgio Borges, ex-deputado (PMDB-ES)
Botafogo ou Déspota - César Maia, ex-prefeito do Rio (DEM-RJ)
Botafogo - Rodrigo Maia, presidente da Câmara (PMDB-RJ)
Buzu - Henrique Carballal, vereador (PV-BA)
Brasília - Fernando Capez, deputado estadual (PSDB-SP)
Brigão, Piloto - Beto Richa, governador (PSDB-PR)
Bronca - Paulo Rubem Santiago, ex-deputado (PSOL-PE)
Bruto - Raul Jungmann, ministro (PPS-PE)
Caim - Osmar Dias, ex-senador (PDT)
Caju - Romero Jucá, senador (PMDB-RR)
Candomblé - Edvaldo de Brito, vereador (PSD-BA)
Campinas - Francisco Chagas, ex-vereador (PT-SP)
Caldo - Blairo Maggi, ministro (PP-MT)
Calvo - Pablito, ex-vereador (PSDB-MG)
Campari - Gim Argello, ex-senador (PTB-DF)
Canário - Esmael de Almeida, deputado estadual (PMDB-ES)
Carajás - Arnaldo Jardim, secretário estadual (PPS-SP)
Carmem - Fabiano Pereira, ex-deputado (PSB-RS)
Caranguejo - Eduardo Cunha, ex-deputado federal (PMDB-RJ)
Carrossel - Rosalba Ciarlini, prefeita (PP-RN)
Castor - Rodrigo de Castro, deputado federal (PSDB-MG)
Cavanhaque - Helder Barbalho, ministro (PMDB-PA)
Centroavante - Renato Casagrande, ex-governador (PSB-ES)
Cérebro - Mendes Ribeiro Filho, ex-deputado (PMDB-RS)
Cerrado - Ciro Nogueira, senador (PP-PI)
Chaveiro - José Chaves, ex-deputado (PTB-PE)
Chefe Turco, Kibe ou Projeto - Gilberto Kassab, ministro (PSD-SP)
Chorão - Pedro Eurico, secretário estadual (PSDB-PE)
Cintinho - Mauro Lopes, deputado (PMDB-MG)
Cobra - Wilma de Faria, vereadora (PT do B-RN)
Colorido - Fábio Branco, secretário estadual (PMDB-RS)
Coluna - Ana Amélia Lemos, senadora (PP-RS)
Comprido - Agnelo Queiroz, ex-governador (PT-DF)
Comuna - Daniel Almeida, deputado federal (PC do B-BA)
Conquistador - Dalírio Beber, senador (PSDB-SC), e Napoleão Bernardes, prefeito de Blumenau (PSDB-SC)
Contador - Paulo Ferreira, ex-tesoureiro do PT (PT-RS)
Contas - Arselino Tatto, vereador (PT-SP)
Correios - Alexandre Postal, deputado estadual (PMDB-RS)
Crusoé - Robson de Lima Apolinário, ex-deputado suplente (PDT-SP)
Cruzeiro do Sul - Barros Munhoz, deputado estadual (PSDB-SP)
Curitiba - Roberto Freire, ministro (PPS-SP)
Da Casa - Alberto Pinto Coelho, ex-governador (PP-MG)
Da hora - Carlos Melles, deputado federal (DEM-PR)
Decodificado - Luiz Carlos Hauly, deputado federal (PSDB/PR)
Decrépito - Paes Landim, deputado federal (PTB-PI)
Dengo - Antonio Anastasia, senador (PMDB-MG)
Dentada - Gustavo Correa , deputado estadual (DEM-MG)
Dentuço - Gustavo Fruet, ex-prefeito de Curitiba (PDT-PR)
Desesperado - Germano Rigotto, ex-governador (PMDB-RS)
Diamante - Paulo Abi Ackel, deputado federal (PSDB-MG)
Disco - Luiz Paulo Correa da Costa, deputado estadual (PSDB-RJ)
Diplomata - Hugo Napoleão, ex-governador (PSD-PI)
Do reino - Fernando Pimentel, governador (PT-MG)
Doutor - Juarez Amorim (PPS-MG)
Drácula - Humberto Costa, senador (PT-PE)
Duro - Ricardo Ferraço, senador (PSDB-ES)
Educador - Paulo Henrique Lustosa, deputado federal (PP-CE)
Ema - Lúdio Cabral, ex-vereador (PT-MT)
Enteado - José Otávio Germano, deputado federal (PP-RS)
Escuro - Marco Alba, prefeito (PMDB-RS)
Escritor - José Sarney (PMDB), ex-presidente
Esquálido - Edison Lobão, senador (PMDB-MA)
Eva - Adão Vilaverde, deputado estadual (PT-RS)
Fantasma - Ideli Salvatti, ex-ministra (PT-SC)
Fazendão - Elbe Brandão, deputada estadual (PSDB-MG)
Feia - Lídice da Mata, senadora (PSB-BA)
Feio ou Lindinho - Lindbergh Farias, senador (PT-RJ)
Ferrari ou Grisalhão - Delcídio do Amaral, ex-senador (MS)
Filhinho ou Filinho ou Gordo - Dimas Fabiano Jr., deputado federal (PP-MG)
Filho - Paulo Bornhausen, ex-deputado (PSB-SC)
Filho do reino - Luciano Rezende, prefeito (PPS-ES)
Filhote - Luiz Paulo Vellozo, ex-prefeito (PSDB-ES)
Filósofo - Paulo Bernardo, ex-ministro
Fino - Bruno Siqueira, prefeito (PMDB-MG)
Flamengo - Adrian Mussi, ex-deputado federal (PMDB-RJ)
Fodinha - Frederico Antunes, deputado estadual (PP-RS)
Fósforo - Tarcísio Caixeta, vereador (PC do B-MG)
Fragmentada - Weliton Prado, deputado federal (PMB-MG)
Frances - Célio Moreira, deputado estadual (PSDB-MG)
Garoto - Otávio Leite, deputado federal (PSDB-RJ)
Goleiro - Paulo Magalhães Júnior (PV-BA)
Gordo - Pimenta da Veiga (PSDB-MG) e Antonio Anastasia, senador (PSDB-MG)
Grego - Jorge Piciani, deputado estadual (PMDB-RJ)
Grenal - Valdir Andres, ex-prefeito (PP-RS)
Gripe - Cesar Colnago, vice-governador (PSDB-ES)
Gripado ou Pino - José Agripino, senador (DEM-RN)
Grisalho - Arlindo Chinaglia, deputado (PT-SP)
Grosseiro - Plauto Miró, deputado estadual (DEM-PR)
Guarulhos - Carlos Zarattini, deputado federal (PT-SP)
Guerrilheiro - José Dirceu, ex-ministro (PT), ou João Vaccari, ex-tesoureiro do PT
Igreja - Bernardo Santana, deputado (PR-MG)
Inca - Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados (DEM-RJ)
Índio - Eunício de Oliveira, presidente do Senado (PMDB-CE)
Inferno - Ronaldo Santini, deputado estadual (PTB-RS)
Itabuna - Campos Machado, deputado estadual (PTB-SP)
Itacaré - Celso Russomanno, deputado federal (PRB-SP)
Italiano - Audifax Barcelos, prefeito (Rede-ES)
Italiano - Antonio Palocci, ex-ministro (PT-SP)
Itambé - Edinho Silva, prefeito (PT-SP)
Itatiaia - José Maria Eymael (PSDC-SP)
Itumbiara - Edson Aparecido dos Santos (PSDB-SP)
Jacaré - Jader Barbalho, senador (PMDB-PA)
Jangada - Luiz Carlos Busato, deputado federal (PTB-RS)
João Pessoa - Vicentinho, deputado federal (PT-SP)
Jogador - Marcio Reinaldo, prefeito (PP-MG)
Jornalista - Elismar Prado, deputado estadual (PDT-MG)
Jovem - Adolfo Viana, deputado estadual (PSDB-BA)
Jujuba - Bruno Araújo, ministro (PSDB-PE)
Justiça - Renan Calheiros, senador (PMDB-AL)
Kimono - Artur Virgílio, prefeito (PSDB-AM)
Lagarto ou Largato - Gil Pereira, deputado estadual (PP-MG)
Lamborghini - Luiz Fernando T. Ferreira, deputado estadual (PT-SP)
Lento - Garibaldi Alves, senador (PMDB-RN)
Lima - Luiz Fernando Faria, deputado federal (PP-MG)
Louro - João Alves Filho, ex-prefeito (DEM-SE)
Macapá - Ricardo Montoro, ex-deputado estadual (PSDB-SP)
Machado - Kátia Abreu, senadora (PMDB-TO)
Maçaranduba - Ivo Cassol, senador (PP-RO)
Magma - Guilherme Lacerda (PT-ES)
Manaus - Aloysio Nunes, ministro (PSDB-SP)
Masculina - Iriny Lopes, ex-deputada federal (PT-ES)
Médico - Colbert Martins Filho, vice-prefeito (PMDB-BA)
Menino da floresta - Tião Viana, senador (PT-AC)
Mercedes - Edinho Bez, ex-deputado federal (PMDB-SC)
Metalúrgico - Nilmário Miranda, secretário estadual (PT-MG)
Mineirinho - Aécio Neves, senador (PSDB-MG)
Misericórdia - Antônio de Brito, deputado federal (PSD-BA)
Missa - José Carlos Aleluia, deputado federal (DEM-BA)
Moleza - Jutahy Magalhães, deputado federal (PSDB-BA)
Montanha - Marcos Montes, deputado federal (PSD-MG)
Montanha - Paulo Pimenta, deputado federal (PT-RS)
Musa - Ana Paula Lima, deputada estadual (PT-SC)
Navalha - Arlete Magalhães, deputada estadual (PV-MG)
Navalha - Wellington Magalhães, vereador (PTN-MG)
Navegante - José Anibal, ex-senador (PSDB-SP)
Natal - José Genoíno, ex-presidente do PT (PT-SP)
Nervosinho - Eduardo Paes, ex-prefeito do Rio (PMDB-RJ)
Neto - Eduardo Campos, ex-governador (PSB-PE)
Novilho ou Charada - Fernando Bezerra, senador (PSB-PE)
Novo - Max Filho, prefeito de Vila Velha (PSDB-ES)
Nulo ou Duro - Ricardo Ferraço, senador (PSDB-ES)
Oxigênio - Hudson Braga, secretário de obras do RJ
Padre - Josenildo Sinésio, ex-vereador de Recife (SD-PE)
Padrinho - Eduardo Azeredo, ex-governador de MG (PSDB-MG)
Palmas - Vicente Candido, deputado (PT-SP)
Parente - André Vargas, ex-deputado federal por SC (sem partido)
Paris - Márcio França, vice-governador de SP (PSB-SP)
Parreira - José Roberto Arruda, ex-governador (ex-DEM)
Passadão ou Triângulo - Jorge Bittar, ex-deputado federal (PT-RJ)
Patati ou Padeiro - Marconi Perillo, governador (PSDB-GO)
Pavão ou Velhos - Julio Lopes, secretário de transportes (PP-RJ)
Pavão - Ivar Pavan, ex-deputado estadual (PT-RS)
Pelé - Nelson Pellegrino, deputado federal (PT-BA)
Pequeno - Sérgio Aquino, candidato a prefeito de Santos (PMDB-SP)
Persa - Ayrton Xerez, ex-deputado federal (DEM-RJ)
Pescador - Zeca do PT, deputado federal (PT-MS)
Polo - Jaques Wagner, ex-governador (PT-BA)
Ponta Porã ou Corredor - Duarte Nogueira, prefeito (PSDB-SP)
Pós-italiano ou Pós-itália - Guido Mantega, ex-ministro
Poste - Marcio Lacerda, ex-prefeito (PSB-MG)
Praia - Ademar Traiano, deputado estadual (PSDB-PR)
Primo - Moreira Franco, ministro da secretaria geral da presidência (PMDB-RJ)
Princesa - Cida Borghetti, vice-governadora do PR (PP-PR)
Prosador - Cássio Cunha Lima, senador (PSDB-PB)
Protegida - Lorena de Fátima Arrué Dias, candidata (PSDB-RS)
Proximus - Sérgio Cabral, ex-governador do RJ (PMDB-RJ)
Proximus - Luiz Fernando Pezão, governador do RJ (PMDB-RJ)
Rasputinzinho - Bernardo Ariston, ex-deputado federal (PMDB-RJ)
Ribeirão Preto - Roberto Massafera, deputado estadual (PSDB-SP)
Rio - Marcelo Nilo, deputado estadual (PSL-BA)
Roberval Taylor - Mário Kertesz, ex-prefeito (PMDB)
Roxinho - Fernando Collor, senador (PTC-AL)
Sábado - Domingos Sávio, deputado estadual (PSDB-MG)
Santo André - João Paulo Cunha, ex-deputado (PT-SP)
Sapato - Alexandre Passos, ex-presidente da Câmara de Vitória (PT-ES)
Segundo - Juarez Amorim (PPS-MG)
Silo - Alexandre Silveira, secretário estadual de saúde (PSD-MG)
Solução - Maria do Rosário, deputada federal (PT-RS)
Soneca - Waldir Pires, (PT-BA)
Suíça - Rodrigo Garcia (DEM-SP)
Teco - Tico Lacerda (PDT-SC)
Timão - Andrés Sanchez, deputado federal (PT-SP)
Tio - Gustavo Valadares, deputado estadual (PSDB-MG)
Todo Feio e Cunhado - Inaldo Leitão (sem partido)
Trincaferro - Beto Albuquerque, deputado federal (PSB-RS)
Tuca - Arthur Maia, deputado federal (PPS-BA)
Vaqueiro - Ronaldo Caiado, senador (DEM-GO)
Verdinho - André Correa, deputado estadual (PSD/RJ)
Viagra - Jarbas Vasconcelos, deputado federal (PMDB-PE)
Vizinho - José Serra, senador (PSDB-SP)
Wanda - Antonio Andrade, vice-governador (PMDB-MG)
Zagueiro - Júlio Delgado, deputado federal (PSB-MG)


Da Redação




Publicidade
Publicidade

Comentários   

Helber Alves
+17 #6 Helber Alves 18-04-2017 08:17
Busca ele, Sérgio Moro. Hahahahahahahah ahaha
Citar
gilmar amorim
+15 #5 gilmar amorim 18-04-2017 07:38
apelido certo seria mao leve*****
Citar
Liliu
+12 #4 Liliu 17-04-2017 23:21
DEMORÔ !
Citar
Paulo
+12 #3 Paulo 17-04-2017 21:19
Acho que porcão combina mais.
Citar
Douglas Soares Moreira Batista
+13 #2 Douglas Soares Moreira Batista 17-04-2017 21:02
Apelido certo seria porcão!!!
Citar
Leandro
+13 #1 Leandro 17-04-2017 16:08
Apelido Certo seria Mouse !!!!
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar