Menu

Audiência Pública na Câmara de Sete Lagoas cria comissão para acompanhar trabalhos no grotão do Canaan

Representantes dos bairros Canaan, Recanto da Serra, Jardim Arizona e Santa Luzia marcaram presença na audiência pública na Câmara Municipal para debater a atual situação do Grotão do Canaan. Obras inacabadas, iniciadas em 2015, falta de iluminação pública, de saneamento básico e de segurança pública foram alguns dos problemas apontados na reunião.

Um vídeo sobre a realidade do Grotão do Canaan foi apresentado durante a reunião e serviu de pano de fundo para as discussões/ Foto: Ascom CMSLUm vídeo sobre a realidade do Grotão do Canaan foi apresentado durante a reunião e serviu de pano de fundo para as discussões/ Foto: Ascom CMSL

 

O vereador Renato Gomes (PV) foi quem requereu a audiência e contou com a participação do presidente da Casa Legislativa, Cláudio Caramelo (PRB), e dos vereadores Euro Andrade (PP), Milton Martins (PSC), além do prefeito Leone Maciel (sem partido). Também estiveram presentes, o secretário municipal de Obras, Vitor Dias e representantes das secretarias de Saúde, Assistência Social, Segurança, Trânsito e Transporte. Uma comissão para acompanhamento das obras foi definida como um dos principais encaminhamentos da reunião.

Um vídeo sobre realidade local foi apresentado durante a reunião e serviu de pano de fundo para as discussões. O presidente da sessão disse que a audiência pública foi pensada para ouvir as demandas da população. Já o prefeito Leone Maciel reconheceu a emergência de solucionar os problemas. Segundo ele, a cidade não tem recursos, pois está vivendo de IPTU, IPVA, parte de ICMS e de alguns impostos. “A cidade encontra-se esburacada e estamos tentando de todas as formas buscar recursos para a operação tapa-buracos, mas não sabemos onde buscar dinheiro. Só o Estado deve mais de R$100 milhões a Sete Lagoas”, disse. Ele explicou que parte da obra do grotão não pode ser mudada, mas a audiência pode servir para apontar caminhos.

Já o secretário municipal de Obras fez uma explanação sobre o que foi feito no passado e quais as demandas da região poderão ser solucionadas a curto, médio e longo prazo. A obra de pavimentação e qualificação das vias dos bairros Verde Vale, Ondina Vasconcelos e Grotão do Canaan, fruto de um contrato de financiamento na ordem de R$21 milhões do Governo Federal, assinado no final de 2013, tinha objetivo de fazer a drenagem das águas a céu aberto da grota e fazer uma via de pedestre.

A obra não foi finalizada devido a um imbróglio judicial, já que algumas casas estavam em área de proteção permanente e deveriam ser demolidas, mas não houve acordo entre moradores e poder público, o que paralisou as ações. “Nós estivemos nessas residências e conversamos com os moradores. Vamos fazer a demolição das casas com o consentimento de todos, mas vamos construir novas moradias sob as mesmas condições de construção”, explicou o secretário.

O vereador Euro Andrade ressaltou que o que for decidido na audiência pública não pode morrer. “Temos que nos reunir periodicamente para que as ações mantenham ritmo”. Já Milton Martins lembrou a permanente visita ao local para tentar solucionar o problema. “A forma que encontramos para solucionar os problemas de maneira mais rápida é buscarmos parceria público-privada”, sugeriu. O presidente Caramelo acredita que cada problema deve ser resolvido um a um. “Vamos definir prioridades e ir resolvendo do mais urgente para o menos urgente”, disse.

Comissão 

Representantes de vários bairros também se manifestaram apontando os principais assuntos que incomodam a população da região do grotão do Canaan. “Nós vamos fazer a solicitação da limpeza de toda alameda, vamos fazer um ofício para a Secretaria de Meio ambiente. A questão da rede de esgoto é mais complexa e precisa ser estudada e desde já convido presidentes das associações de bairro para participar dessa conversa com o Saae. Iremos enviar uma ata desta reunião para o comando da Polícia Militar para os procedimentos de segurança no local. E vamos criar uma comissão formada por vereadores e moradores que irá acompanhar o andamento destas solicitações, estes são os encaminhamentos desta audiência pública”, finalizou Renato Gomes.

Com AsCom CMSL




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados