Menu

Sete Lagoas > Notícias > Política

A Secretária de Educação Maria Lisboa de Oliveira confirmou a sua saída em um programa de rádio nesta sexta

Nesta sexta-feira (15), depois de participar de um programa ao vivo de rádio na cidade, a Secretária de Educação Maria Lisboa de Oliveira confirmou sua saída.

E para o seu lugar, o nome do substituto  é  Fernando Campos, um profissional da área de educação, com atuação destacada na rede particular de ensino da cidade. Entretanto, tudo continua sem  confirmação oficial.

Também está confirmado que o Secretário de Saúde, o pediatra José Orleans da Costa está apenas em férias regulamentares pelo período de uma semana. O Presidente da Fundação de  saúde, médico ginecologista Mário Lúcio Moreira Lopes, Balu, responde pela Secretaria de Saúde no período de férias do titular.

Linda Martins

 

Mudanças no primeiro escalão do prefeito Maroca não tem confirmação oficial

O assunto que domina os meios de conversas políticas na cidade continua sendo as mudanças na equipe do prefeito Mário Márcio (Maroca). A saída da Secretária de Ação Social Léa Braga, já é fato, e a substituta seria Maria Aparecida França Canabrava (Cidinha Canabrava) que ocupou a pasta na gestão do ex prefeito Leone Maciel. A Presidente da Seltur, Geisa Mendes também é dada
como fora da equipe de Maroca.  Mas a especulação maior, ainda sem confirmação oficial, continua sendo da Secretária de Educação Maria Lisboa de Oliveira. O que se sabe é que se realmente confirmada sua saída, dos nomes especulados para a pasta da educação está a Superintendente Marilene Melgaço que confirmou que não aceita o convite devido aos problemas de saúde. Outro nome em cogitação é de Marília Francisca da Silva, irmã do deputado estadual Ronaldo João da Silva, vice prefeito licenciado. Fontes da Administração garantem que se confirmadas as saídas destes secretários, a oficialização acontecerá somente em fevereiro.  Outros nomes também já aparecem na lista do primeiro escalão do prefeito, dentre eles o chefe de gabinete, Estevão Bakô, e da Procuradora Carolina Filizzola, porém com uma diferença, no caso da Procuradora ela teria pedido demissão. A entrada de Beto Andrade (Beto Chacrinha para o governo) no lugar de Estevão Bakô vem sendo cogitada desde o ano passado, mas as opiniões se dividem e não há nenhuma confirmação sobre o assunto.

da redação
Foto: Quim Drummond