Menu

Sete Lagoas > Notícias > Região

Governo de Minas apresenta planos para a Copa 2014

  • Categoria: Minas
Os desafios da área de turismo para a realização da Copa 2014 no Brasil e Minas Gerais foram os temas abordados nesta quinta-feira (10), segundo dia da Semana Nacional dos Eventos, realizada em Belo Horizonte, com apoio da Secretaria de Estado de Turismo. Representantes do Governo de Minas, do Ministério do Turismo e da Embratur apresentaram os planos para preparar o setor para receber o maior evento do futebol mundial.

De acordo com a secretária de Estado de Turismo, Érica Drumond, o Brasil terá uma Copa diferente. "O torcedor de todas as partes do mundo chegará para o grande evento, comprará seus pacotes e terá a oferta de assentos aéreos. Precisamos estar, permanentemente, preocupados com o legado que este grande evento deixará”, afirmou.

Ainda de acordo com a secretária, o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Turismo, iniciou um trabalho estratégico para que os destinos indutores do turismo de Minas estejam preparados, com seus receptivos treinados, hotéis e restaurantes oferecendo tratamento adequado aos turistas. "Estamos inserindo o destino Minas Gerais nos tarifários das principais operadoras do turismo mundial, estruturando e fortalecendo os destinos, para que nos próximos quatro anos os mesmos alcancem desenvolvimento com sustentabilidade", afirmou.

A representante do Estado para Resultados do Governo de Minas, Andrea Queiroga, apresentou o projeto de reforma e modernização do Estádio Magalhães Pinto, o Mineirão. “Todo o projeto do Mineirão está de acordo com o que há de mais moderno e arrojado em estádios no mundo”, afirmou.
Segundo Andrea Queiroga, o Mineirão ficará aberto durante o primeiro semestre para a realização dos jogos do calendário da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e ficará fechado a partir de julho de 2010. “O estádio Henrique Nogueira (Nogueirão), em Sete Lagoas, e o Estádio Raimundo Sampaio, o Independência, em Belo Horizonte, serão alternativas para realização dos jogos durante o período em que o Mineirão estiver fechado”, explicou.

Andrea Queiroga afirmou que o novo Mineirão está sendo projetado para atender a todos os requisitos da Fifa e os anseios dos espectadores, sempre visando à segurança e o conforto de torcedores e atletas, aliados à sustentabilidade financeira após a Copa. O projeto preserva a fachada do estádio e de seu entorno, mantendo a visibilidade dos demais prédios integrantes do Conjunto Arquitetônico da Lagoa da Pampulha. Entre as obras previstas, estão o rebaixamento do gramado em 3,5 metros, aumento da capacidade do estacionamento do estádio, construção de uma grande esplanada de 69.190 metros quadrados que circundará todo o edifício e terá capacidade para abrigar aproximadamente 130 mil pessoas, instalação de câmeras de segurança e catracas eletrônicas,  entre outras intervenções.

Semana Nacional dos Eventos

Realizada através de parceria da Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais com o Ministério do Turismo, a União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe), a Associação Brasileira de Centros de Convenções e Feiras (Abracef), Associação de Marketing Promocional (Ampro), Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc) e Confederação Brasileira dos Conventions e Visitors Bureaux (CBC&VB), a Semana promove reflexões e troca de experiências acerca de temas relacionados ao turismo de negócios. Por meio de mesas redondas, debates e painéis, as lideranças do turismo nacional expõem pontos fortes, fracos, ameaças e oportunidades em busca do fortalecimento do setor.

Agência Minas

Links patrocinados