Menu

Sete Lagoas > Notícias > Região

Minas Gerais lança Plano Estadual de Controle da Dengue

  • Categoria: Minas
Minas Gerais lança Plano Estadual de Controle da Dengue. Transformar o combate à dengue em hábito é o principal desafio do Plano Estadual de Controle da Dengue em Minas, lançado nesta quarta-feira (15) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), em Belo Horizonte. O grande diferencial desse plano, que começa ainda este mês, em relação aos anteriores, é o reforço nas ações de comunicação social, com foco na educação e mobilização.

 
De acordo com o subsecretário de Vigilância em Saúde da SES, Luiz Felipe Caram, a responsabilidade para evitar a doença é de todos, mas é fundamental que as pessoas se mobilizem, já que é uma ação coletiva e, ao mesmo tempo, individual.

Verba - Na última segunda-feira (13), o Ministério da Saúde liberou R$ 128 milhões para auxiliar estados e municípios nas ações de combate à doença. Deste valor, R$ 15 milhões virão para Minas, sendo que 80%, R$ 12 milhões, serão investidos nos 35 municípios considerados prioritários (Belo Horizonte, Betim, Contagem, Governador Valadares, Ipatinga, Teófilo Otoni, Uberaba, Uberlândia, dentre outros), que foram responsáveis por cerca de 80% dos casos notificados no Estado. A utilização dos 20% restantes (R$ 3 milhões) será definida pela Comissão Intergestores Bipartide (CIB), que é um fórum de negociação entre o Estado e os municípios.

Até o momento, foram notificados 74.902 casos de dengue em Minas. Deste número, 32 foram confirmados como sendo de dengue hemorrágica, causando quatro óbitos. Outros 137 casos de doença tiveram complicações e resultaram em três mortes. Os seis municípios com maior incidência de casos notificados foram, respectivamente, Belo Horizonte, Contagem, Ponte Nova, Sete Lagoas, Montes Claros e Ipatinga.

A partir do próxima segunda-feira, dia 20, começa a ser veiculada a campanha nacional “Brasil Unido contra a Dengue”, que visa orientar a população para os cuidados que devem ser tomados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Mobilização, estratégia de combate à dengue
- A dengue é um problema grave de saúde pública, que requer cuidados constantes durante o ano inteiro. Com a aproximação do verão, período de maior ocorrência da doença, já que o calor e chuva potencializam a reprodução do Aedes aegypti, a atenção deve ser redobrada. De acordo com o gerente de Vigilância Ambiental da SES, Francisco Lemos, outros fatores também têm contribuído para a elevação dos casos, como o aquecimento global e o crescimento desordenado.

Algumas das ações de mobilização previstas no Plano Estadual de Combate à dengue são: a distribuição de informativos em escolas e locais de grande circulação; atuação dos meios de comunicação como parceiros; veiculação de campanha publicitária; estimulo à produção de peças teatrais educativas sobre o tema; mobilização por quarteirão, que é uma estratégia de sensibilização intensiva do cidadão a partir de seu núcleo residencial, sempre referenciado pelas equipes de controle de endemias e nas equipe de saúde da família.
 

Da redação com AGÊNCIA MINAS