Menu

Sete Lagoas > Notícias > Saúde

Novo livro de jornalista sete-lagoano revela o drama de uma comunidade brasileira

"O povo da Lua" conta a história de brasileiros abandonados pelo Estado e obrigados a trocar o dia pela noite por causa de uma doença rara, incurável e letal. 

O xeroderma pigmentoso, também chamado de XP, é um mal de origem genética que vulnerabiliza a pele de seus portadores e a torna sujeita a todo tipo de câncer.  

Renato Alves - jornalista sete-lagoano / Foto: Iano AndradeRenato Alves - jornalista sete-lagoano / Foto: Iano Andrade

A pequena comunidade de Araras, no interior de Goiás, abriga a maior concentração mundial de doentes de XP, o que atraiu a atenção do jornalista Renato Alves. O autor produziu uma série de reportagens sobre uma história tocante e importante tanto do ponto de vista humano quanto em seus aspectos políticos e científicos. 

Inicialmente publicado no jornal Correio Braziliense, o drama desses brasileiros agora vem a público na forma do livro "O povo da Lua", uma das próximas publicações da Outubro Edições, a ser lançada em maio, mas já com pré-venda pela internet. 

O livro traz ainda importantes registros feitos pelos repórteres fotográficos Ronaldo de Oliveira e Gustavo Moreno que, com Renato Alves, tiveram sensibilidade, humanidade e respeito para mostrar ao Brasil a comovente história de luta e fé da comunidade de Araras. As imagens, em cores, integram um caderno interno. 

Foto:  Outubro EdiçõesFoto: Outubro Edições

Sobre o autor 
Nascido na mineira Sete Lagoas em 1974 e radicado em Brasília desde 1999, Renato Alves é autor de O Caso Pedrinho (Geração Editorial, 2015). 

Formado em jornalismo pela PUC-MG e pós-graduado em comunicação em mídias sociais, ele começou a carreira no jornal Sete Dias, em sua terra natal. Desde 2000, trabalha no Correio Braziliense, em Brasília. 

Desde então, ganhou os principais prêmios de jornalismo, com o Esso e o Embratel. Pelo Correio Braziliense, cobriu alguns dos principais eventos do século 21, como o terremoto que devastou o Haiti e a Copa do Mundo da África do Sul, ambos em 2010. 

Em mais de 20 viagens a trabalho pelo mundo, ele ainda esteve em países como Cuba, Rússia e Japão. Desembarcou na Antártica, em 2013, para uma série de reportagens sobre o trabalho de pesquisadores e militares brasileiros no continente gelado. 

O POVO DA LUA 
De Renato Alves, Outubro Edições, Brasília, 2016. 147 páginas, R$ 29,90. 
Lançamento em 10 de maio, terça-feira, às 19h, no Ernesto Café, 115 Sul – Brasília

Links patrocinados