;
Menu

Governo publica mais 2.500 nomeações de professores para a rede estadual

O Governo de Minas Gerais publicou, nesta terça-feira (18), no Diário Oficial Minas Gerais, mais uma lista com a nomeação de 2.500 novos servidores para a Educação, totalizando, com isso, 6.500 novos servidores nomeados só neste ano.

A lista contempla professores regentes de aulas de várias disciplinas, aprovados nos concursos dos Editais 03 e 04/2014, e abrange todas as 47 Superintendências Regionais de Ensino (SREs) do Estado. 

Foto ilustrativa: educacao.mg.gov.brFoto ilustrativa: educacao.mg.gov.br

Com essa nova lista, o número de servidores nomeados desde o início da gestão do governador Fernando Pimentel chega a 43.551 – em 2015 e 2016 foram nomeados 37.051 novos servidores; em janeiro de 2017, outros 2.500 professores foram nomeados para atuarem nos anos iniciais do Ensino Fundamental do edital 01/2011, que teve sua vigência encerrada no dia 30 de janeiro; já em março, o Governo nomeou mais 1.500 professores do Edital 04/2014.

Os professores nomeados irão atuar nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio. Confira aqui a lista completa.

Para a secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo, a nomeação de servidores se soma a todos os esforços que o Governo tem feito para garantir qualidade na educação e melhores condições de trabalho para os profissionais.

“Assegurar que as escolas tenham um quadro de pessoal completo e estável, com profissionais com habilitação e a formação adequadas, é uma ação fundamental para a educação de nossas crianças e adolescentes. E vamos continuar investindo nisso”, ressalta a secretária.

O secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, ressalta o esforço do governador Fernando Pimentel para cumprir o acordo firmado com a categoria no início de 2015, apesar de Minas Gerais hoje se encontrar em estado de calamidade financeira.

“Quando assumimos o Governo mais de dois terços dos trabalhadores da Educação eram designados. Estamos trabalhando para inverter essa lógica e reduzir o vínculo precário de trabalho com a nomeação de servidores efetivos. A educação é uma das prioridades deste Governo e estamos fazendo todo o possível para que aqueles que foram aprovados em concurso tenham suas vagas garantidas com a nomeação”, diz Helvécio.

Exames
Uma vez publicada a nomeação, o aprovado deve submeter-se a exame médico pré-admissional, a ser realizado pela Superintendência Central de Perícia Médica e Saúde Ocupacional (SCPMSO) da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), nas datas e horários que serão publicados no site da Seplag.


Com Agência Minas



Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar