Menu

Acidente com ônibus na trincheira do Itaú em Contagem deixa nove pessoas feridas

Nove pessoas ficaram feridas na noite de terça-feira (9) depois que um ônibus caiu de uma altura de quase seis metros na trincheira no cruzamento das avenidas Babita Carmargos com General David Sarnoff, na Cidade Industrial, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, local mais conhecido como trincheira do Itaú.

Acidente nessa terça-feira (9) em Contagem deixou nove pessoas feridas/Foto: OTAcidente nessa terça-feira (9) em Contagem deixou nove pessoas feridas/Foto: OT

De acordo com as informações da Polícia Militar (PM), o acidente aconteceu por volta das 22h53. Aos militares, o motorista do coletivo da linha 7110 (Riacho/Betânia), Edvaldo Gonçalves Ferreira, de 51 anos, contou que logo após sair da estação Eldorado do metrô, duas mulheres pularam a roleta da condução, o que causou uma confusão dentro do coletivo.

Já na avenida Babita Camargos, ao entrar na avenida David Sarnoff, um carro branco fez uma ultrapassagem pela esquerda, fazendo com que ele perdesse o controle, subisse no canteiro, derrubando a grade de proteção e caísse na trincheira.

O primeiro impacto foi na parte frontal do veículo, que ficou destruída. As vítimas receberam os primeiros socorros no local, sendo que uma décima pessoa que ficou ferida levemente dispensou atendimento médico e não foi encaminhada ao hospital.

A Polícia Civil (PC) deverá instaurar um inquérito para investigar a causa do acidente.

FERIDOS COM FRATURAS

A polícia informou ainda que todos os feridos foram socorridos para Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) e um hospital do município, e não há registros de mortos. Nos nove feridos, quatro vítimas continuam internadas no Hospital Municipal de Contagem (HMC), segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Duas destas vítimas tiveram fraturas expostas.

As vítimas chegaram à unidade de saúde por volta das 23h30, socorridas pelo Samu. Algumas das vítimas ainda estariam no bloco cirúrgico. Outros quatro feridos leves foram encaminhados à UPA JK e uma mulher socorrida ao Hospital da Unimed, que fica a poucos minutos do local do acidente.

Segundo uma enfermeira do HMC, o acidente aconteceu no mesmo dia da ampliação da sala vermelha, voltada para o atendimento de vítimas de alto risco. "Se não fosse isso, meus colegas teriam passado aperto. As vítimas estão fora de perigo", detalha a funcionária, que não quis ser identificada.

Da Redação com OT




Publicidade
Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar