Menu

Surto: Número de casos de sarampo confirmados em Minas aumenta para 26

Neste ano, Minas Gerais já notificou 738 casos suspeitos da sarampo, em 148 municípios no Estado. Desse total 205 (27,8%) foram descartados e outros 507 (69,7%) estão em investigação. Ao todo, 26 pessoas tiveram a confirmação da doença. O levantamento faz parte do boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde divulgado nesta quinta-feira (19).

Foto Ilustrativa/Reprodução InternetFoto Ilustrativa/Reprodução Internet

O estudo revela que os casos de sarampo deram um salto nos últimos 90 dias com a confirmação de 22 pacientes com a doença em Minas Gerais sendo a maioria relacionada a importação do vírus de doentes que estiveram em cidades do Estado de São Paulo com surto ativo.

Segundo o boletim, são 8 casos confirmados de sarampo a mais em uma semana e em relação aos números divulgados no último dia 11 de setembro.

Em Belo Horizonte e região metropolitana, os registros da doença se mantiveram estáveis, com quatro casos confirmados: dois na capital; um em Contagem e um em Betim.

O sarampo é uma doença que se pode prevenir com vacinação. Os critérios de indicação da vacina são revisados periodicamente pelo Ministério da Saúde e levam em conta: características clínicas da doença, idade, ter adoecido por sarampo durante a vida, ocorrência de surtos, além de outros aspectos epidemiológicos.

Diante do aumento dos casos no país, o Ministério da Saúde recomenda a vacinação para todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano, com a chamada dose-zero; a partir de um ano, as crianças devem ser imunizadas com a primeira dose do calendário vacinal e a segunda dose, aos 15 meses de idade, última por toda a vida.

Para quem tomou apenas uma dose até os 29 anos de idade, o Ministério da Saúde recomenda a segunda dose. Entre 30 a 49 anos, é necessário apenas uma dose. Quem comprovar as duas doses da vacina do sarampo, não precisa se vacinar novamente.

Com Super Notícia




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados