Menu

Sete Lagoas > Notícias > Minas

Aécio coloca Cedec de MG à disposição de Santa Catarina

  • Categoria: Minas
Aécio coloca Cedec de MG à disposição de Santa Catarina. O governador apresentou, ontem (1º), ao governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira, os coordenadores e técnicos da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (Cedec-MG) que darão apoio irrestrito à Defesa Civil catarinense nas ações de resposta às fortes chuvas que têm castigado o estado da região Sul do país. O chefe do Gabinete Militar e coordenador da Cedec-MG, coronel Eduardo Mendes, o secretrário-executivo do órgão, coronel Alexandre Lucas Alves e técnicos já estão em Santa Catarina e permanecerão por período indeterminado no estado.

 
Em entrevista, Aécio Neves destacou o apoio que o Governo de Minas já vem prestando à Defesa Civil, com envio de helicópteros e água potável, desde o início da tragédia que já provocou a morte de 114 pessoas em Santa Catarina. Ele também detalhou o trabalho que os profissionais da Cedec-MG desenvolverão no Sul do País.

“Estamos, por solicitação do governador Luiz Henrique, transferindo para Santa Catarina os nossos melhores técnicos da Defesa Civil, que se incorporarão ao trabalho de inteligência, principalmente, que aqui está sendo feito, não apenas para sanar os problemas existentes, mas para diagnosticar futuros problemas. É hora tanto de agir nas conseqüências do que aconteceu, mas também para evitar outros danos em razão de outras chuvas que podem vir. Temos um grupo de oficiais reconhecido internacionalmente como dos mais qualificados do país, que estará a partir de hoje à disposição do Governo de Santa Catarina, morando em Santa Catarina, para ajudar no enfrentamento da crise”, disse Aécio Neves, em entrevista.

O coordenadores e técnicos da Cedec-MG acumulam experiências em trabalhos de resposta em desastres ocorridos em Minas, como a chuva de granizo em Carandaí, ocorrida em setembro passado, o tremor de terra no final de 2007, de 4,9 graus na escala Ricthter, em Itacarambi, Norte de Minas, a resposta à contaminação do Rio das Velhas e Rio São Francisco pela cianobactérias e o rompimento da barragem de Miraí, em janeiro de 2007, além de outros desastres ocorridos em municípios mineiros que foram atingidos pelas chuvas.
 
AGÊNCIA MINAS

Links patrocinados