Menu

A dança de técnicos continua no futebol brasileiro / Coluna / Álvaro Vilaça / Tempo Esportivo

A dança de técnicos continua no futebol brasileiro. Na última semana, por exemplo, foram várias mudanças num prazo de 48 horas, algo raro em tempos de crise financeira e altas multas rescisórias.

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

Na capital paulista corre nos bastidores a informação de que foi o Dani Alves que mandou contratar o Fernando Diniz para o lugar de Cuca. Um suposto áudio vazado do Vagner Mancini confirma a hipótese. O técnico mal chegou, fez um único treino e logo foi pegar o embalado Flamengo fora de casa. Não teve goleada, gol do Gabigol e nem mesmo a vitória rubro-negra. O mesmo São Paulo que perdeu do Goiás no Morumbi conseguiu parar o líder em pleno Maracanã lotado.

No Fluminense, Paulo Henrique Ganso aproveitou a ira da torcida e xingou Oswaldo quando foi substituído no segundo tempo do jogo contra o Santos. Ficou no banco instruindo o time em uma clara demonstração de desprezo pelo treinador. Oswaldo foi demitido no dia seguinte. Ganso pagou uma multa e entrou em campo com a faixa de capitão no último final de semana. O Tricolor ganhou de 2 a 1 dos reservas do Grêmio, resultado que agravou a situação do Cruzeiro aqui em Minas Gerais.

Por falar na Raposa, os medalhões fritaram literalmente o treinador Rogério Ceni e conseguiram que a diretoria contratasse Abel Braga, o famoso técnico “boleirão”. Abelão nem bem chegou e já dirigiu o time contra o Goiás, no Serra Dourada.

A situação, que parece ser corriqueira, beira o cúmulo do amadorismo e abre muitos precedentes para o futuro do futebol brasileiro. Na visão dos técnicos e de parte das torcidas, tais atitudes denotam falta de profissionalismo dos jogadores. Já na visão de outra parte dos torcedores e dos jogadores, eles estão fazendo o papel de quem não está em condições para exercer um cargo de liderança. Seria mais ou menos assim: "Se o técnico não sabe treinar o time e a diretoria não consegue administrar o clube, a gente vai tomar as decisões, vai ser do nosso jeito”. Se essa moda pega, não sei onde clubes, atletas e treinadores vão parar.

No caso específico do Cruzeiro, a passagem relâmpago de Rogério Ceni no comando técnico, além de gerar inúmeras atritos internos, resultou em grande prejuízo financeiro: entre salários, multas pagas ao Fortaleza e ao próprio treinador, a equipe mineira vai desembolsar algo em torno de R$ 3 milhões. Pendências de pagamentos com o antecessor de Ceni, Mano Menezes, agravam ainda mais o quadro financeiro do Cruzeiro.

É aquela história, os atletas tomam atitudes radicais, cometem insubordinação, criam ambiente desfavorável para a permanência de um determinado profissional, mas quem fica com a bronca para liquidar a parte financeira é a diretoria. Desta forma, situações como estas mostram a falta de comando das diretorias e o quanto elas se transformaram em reféns de alguns atletas, parte deles, envelhecidos e de alto custo para a agremiação!

 

28ª Copa Eldorado terá “19 Sete-lagoanos”

Finalizado o período de inscrições para a 28ª edição da Copa Eldorado foi registrado um recorde no número de representantes. O torneio terá um total de 24 equipes, sendo 19 delas de Sete Lagoas: Líder Automóveis e Seguros/Lontra, Industrial, ABC Celulares, Expresso Progresso, União Progresso, CAP, NF Amigos/União Alvorada, Dallas Golo, Reitran Transportes, AFP/Cooperlíder, Ideal, Operário, Santa Helena, Garimpeiros, Inter Eldorado, União do Morro, Curiango/Maguinho Vidros, N.Sports/Sidão e Montreal. Outras cinco equipes, de cidades adjacentes, completam a lista dos 24 clubes:São Sebastião de Pindaíbas, Sertanejo de Prudente de Morais, Paraopeba, Independente de Pompeu e Cordisburgo.

Para esta edição, atletas e ex-atletas profissionais poderão disputar normalmente a Copa Eldorado, desde que não estejam com suspensões aplicadas por alguma liga ou federação em vigor.

Dentre os 24 participantes, o maior campeão é o Santa Helena, que já levantou a taça em três oportunidades e pode, em caso de nova conquista, se igualar ao River, maior campeão com quatro títulos e que estará ausente nesta edição. Além do Santa Helena, os outros campeões presentes nesta 28ª edição são CAP do Progresso, Ideal e NF Amigos (em parceria com o União Alvorada).

A primeira rodada da 28ª Copa Eldorado será desmembrada e irá coincidir com a última rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, em dezembro. Os jogos serão realizados nas seguintes datas: 6, 7, 9 e 10 de dezembro. A segunda rodada marcará jogos para os dias 14, 15 e 16 de dezembro. A rodada que fecha a primeira fase terá confrontos entre os dias 20, 21 e 22 de dezembro. Após estas três rodadas a competição sofrerá um pequeno recesso, como tradicionalmente já acontece, no período entre o natal e o réveillon.

A retomada da 28ª edição da Copa Eldorado vai acontecer em janeiro de 2020, já com os confrontos da fase de oitavas-de-final, entre os dias 4, 5 e 6. As quartas-de-final serão disputadas nos dias 11, 12 e 13 de janeiro. As semifinais e a grande final serão jogadas no Estádio Emílio de Vasconcelos Costa (Campo do Ideal), com distribuição antecipada de ingressos para o público em geral, em troca de alimentos não perecíveis. As semifinais serão disputadas nos dias 20 e 21 de janeiro. Já a finalíssima vai acontecer em 24 ou 25 de janeiro.

A premiação dos finalistas será a seguinte: Troféu, medalhas e R$ 4mil para o campeão e troféu, medalhas e R$ 2 mil para o vice-campeão. A taxa de arbitragem para cada time está mantida em R$ 200 por jogo.

A reunião oficial com os representantes dos clubes e o sorteio das chaves será realizada no dia 7 de novembro, quando também será apresentada a tabela dirigida de toda a primeira fase. A sede da Rádio Eldorado está localizada na rua Dr. Pena, 35, 1º andar, Centro de Sete Lagoas. Telefone: (31) 3772-0244.

Mantendo a tradição, todos os jogos da 28ª Copa Eldorado serão transmitidos, ao vivo, pela Rede Eldorado de Comunicação. O público poderá acompanhar essas transmissões pelo AM 1300 KHZ, pelo site www.eldorado1300.com.br, ou ainda pelo aplicativo da emissora, já disponível (pode ser baixado acessando o site da Rádio Eldorado).

 

Ideal conquista título simbólico da primeira fase do Campeonato Regional

Os resultados da quinta rodada do Campeonato Regional de Futebol Amador definiram a ordem dos classificados os quatro times classificados para a sequência da competição, já que, na rodada anterior, o Paraíso já havia sido eliminado, o que confirmou a permanência das outras quatro equipes na disputa. Mesmo perdendo na rodada o Ideal manteve a liderança, beneficiado por um tropeço surpreendente do Paraopeba dentro de seus domínios para o Canários, na penúltima rodada. O Galo da Gamela conquistou o título simbólico da primeira fase do campeonato.

O Inhaumense venceu o Ideal no último final de semana e vai enfrentar o próprio Galo da Gamela na semifinal do Regional — Foto: ReproduçãoO Inhaumense venceu o Ideal no último final de semana e vai enfrentar o próprio Galo da Gamela na semifinal do Regional — Foto: Reprodução

Os resultados da quinta e última rodada da primeira fase foram os seguintes:

Canários/Panelinha 3 x 0 Paraíso — Fortuna de Minas
Inhaumense 2 x 1 Ideal — Inhaúma
Folgou na rodada: Paraopeba

Após a quinta rodada a classificação da fase inicial ficou assim:

1º Ideal: 7 pontos, 2 vitórias, saldo de 12 gols e 15 gols marcados
2º Canários/Panelinha: 7 pontos, 2 vitórias, saldo de 3 gols e 07 gols marcados
3º Paraopeba: 7 pontos, 2 vitórias, saldo de 2 gols e 4 gols marcados
4º Inhaumense: 7 pontos, 2 vitórias, saldo de 0 gols e 4 gols marcados
5º Paraíso de Araçaí: 0 ponto

Portanto, os classificados para a fase semifinal estão definidos: Ideal, Canários/Panelinha, Paraopeba e Inhaumense. O Paraíso, representante de Araçaí, foi eliminado e encerrou a sua participação sem somar nenhum ponto. De acordo com o regulamento, as cinco equipes jogariam entre si, em turno único, e os quatro mais bem colocados se classificariam para a fase semifinal. Portanto, nesta primeira fase, apenas o lanterna foi eliminado.

Com a classificação final da primeira fase definida, os confrontos da etapa semifinal também já estão desenhados: O Ideal vai enfrentar o Inhaumense, mesmo adversário que o enfrentou e o derrotou no último final de semana, em Inhaúma. Já o Paraopeba, que não entrou em campo na quinta rodada, fará a semifinal diante do Canários/Panelinha de Fortuna de Minas.

A grande final do Campeonato Regional Amador, em partida única, está prevista para o dia 13 de outubro, na Arena do Jacaré.

O campeão representará a Liga de Sete Lagoas no Campeonato Mineiro Amador de 2020.

Álvaro Vilaça é formado em Comunicação Social e Marketing, apresentador de TV, ex-narrador e ex-repórter esportivo da Rádio Inconfidência de Belo Horizonte, Diretor de Programação e Coordenador de Esportes da Rádio Eldorado e do Jornal Hoje Cidade. Também é o responsável pela coluna de Esportes do Jornal Notícia e é professor de Negociação, Compras e Marketing das Faculdades Promove de Sete Lagoas. Pós-Graduado em Administração e Marketing.




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados