;
Menu

Emerson Rodrigues

Coluna / Educação Física / Projeto: jogos, brincadeiras e futebol

Antigamente, as crianças brincavam com bola na rua e terrenos vagos e estes definiam a forma de jogar, quantos iriam jogar e as regras da atividade, ou seja, davam outro significado ao futebol, diferente daquele que tem regras institucionalizadas. A dificuldade de encontrar locais para a prática, aliada ao trânsito e do aumento da criminalidade dentre outros fatores, fizeram com que essas brincadeiras ficassem escassas.

Diante disso, surge a possibilidade de aproveitar o momento em que o país praticamente “respira” futebol para resgatar algumas formas de manifestação desse esporte que eram ou são praticadas (em menor escala) e fazem parte da cultura do futebol e das brincadeiras de rua.

A Escola Estadual Bernardo Valadares de Vasconcellos desenvolveu um projeto voltado para os jogos e brincadeiras envolvendo o futebol, mas com características menos competitivas e com caráter lúdico e inclusivo. Durante o primeiro bimestre, os professores de todas as disciplinas e seus alunos promoveram atividades sobre essa temática. Nesse período, a escola foi enfeitada com o tema “copa do mundo”, foram confeccionadas camisas, bandeiras, mascotes de papel, maquetes, bolas e outros artefatos voltados para a copa do mundo. Nas aulas teóricas, os professores elaboraram atividades sobre o tema tais como: pesquisas, cruzadinhas, caça palavras, textos explicativos e aulas discussivas sobre o futebol. As aulas práticas de Educação Física foram voltadas para pequenos jogos e brincadeiras relacionadas ao futebol, tais como:

▫Futebol de prego ou pregobol;
▫Totó humano;
▫Futebol de cegos;
▫Futebol de mãos dadas;
▫Futebol com 3 moedas (dedos em V);
▫Futebol de botão;
▫Paulistinha;
▫Gol a gol ou rebatida;
▫Trave- Travessão;
▫Futevolei;
▫Peladinha, rachinha ou babinha;
▫Driblinho;
▫Cada um por si (goleiro + 3);
▫Embaixadinha;
▫Chute a gol;
▫ Queimadobol;
▫ Peruzinho ou bobinho;
▫ Maratona de Futebol/ Futsal;

Durante o projeto, foram convidadas duas personalidades referência na cidade no que se refere ao futebol. Um dos quais, João Paulo Alves de Paula, é professor de Educação Física, treinador de futebol do América de Sete Lagoas (categorias de base) e auxiliar técnico do Clube Atlético Mineiro (também categorias de base). O outro foi o ex jogador de Futebol João Carlos, que também é da cidade de Sete Lagoas e jogou na seleção brasileira e em grandes equipes do Futebol Brasileiro (Cruzeiro, Botafogo, Corinthians, Botafogo, Paysandu, Ipatinga e Democrata-SL) e do exterior: Cerezo Osaka (Japão), tendo diversos títulos no futebol como Taça Libertadores da América, campeonato brasileiro e Copa América de seleções, atuando pela seleção brasileira.

Fonte: arquivo pessoalFonte: arquivo pessoal

O sucesso do evento demonstra o quanto os alunos precisam de algo diferente para que se motivem para as aulas de Educação Física que não necessariamente deve passar por uma quadra, duas traves e pessoas correndo atrás de uma bola.


Fonte: arquivo pessoalFonte: arquivo pessoal

Parabéns aos professores, diretores, demais funcionários e alunos da Escola pelo comprometimento e pelo sucesso na execução das atividades propostas no projeto. Essa equipe é um sucesso!!!!!!!!!!!!!




Emerson Rodrigues Pereira (CREF 13880 G) é professor do Centro Universitário UNIFEMM, mestre em Ciências do esporte (UFMG -2011), graduado em Educação Física no UNI-BH (2006), pós graduado lato sensu em Nutrição Humana e Saúde (UFLA-2007) e em Treinamento Esportivo pela (UFMG -2008). Sua linha de pesquisa está relacionada à Fisiologia do Exercício com ênfase em termorregulação, metabolismo e fadiga.