Menu

Sete Lagoas > Notícias > Brasil

Banco Central vende US$ 200 milhões no primeiro leilão de hoje

  • Categoria: Brasil
O Banco Central vendeu US$ 200 milhões de dólares das reservas internacionais em leilão realizado na manhã de hoje (19) e já programou outra operação de venda entre 15h e 15h30 para oferecer mais US$ 300 milhões. O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, anunciou a venda de US$ 500 milhões das reservas (que somam atualmente mais de US$ 200 bilhões) ontem, quando o dólar no Brasil subia e fechou o dia a R$ 1,93, uma alta de 3,3%.

No leilão realizado hoje, a taxa de venda foi de 1,838, para liquidação no próximo dia 23 e a taxa máxima de compra pelo Banco Central ficou em 1,851100, para no dia 23 de outubro deste ano. De acordo com o BC, foram aceitas duas propostas, no valor total de US$ 200 milhões.

O leilão de hoje à tarde também será realizado por telefone e é exclusivo para instituições credenciadas pelo Banco Central, conhecidas no mercado como dealers. A operação segue a mesma regra de venda com compromisso de compra pelo BC. Cada instituição só poderá adquirir 20% do montante total do leilão.

A taxa de câmbio a ser utilizada para a venda de dólares será aquela divulgada às 14h30 pelo BC. As datas de liquidação são as mesmas do primeiro leilão. O resultado do leilão será divulgado às 16h.

Segundo nota divulgada ontem pelo BC, a decisão de realizar os leilões tem caráter temporário” e não almeja influir na taxa de câmbio. A nota informa também que “não existe meta para a taxa cambial, seja como fixação de tetos ou pisos”.

A última vez em que o BC vendeu dólares foi em 2003, quando havia o temor entre os investidores de que a política econômica fosse mudada com o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

 

AGÊNCIA BRASIL

Links patrocinados