Menu

Sebrae capacita alunos e professores da Escola Técnica de Sete Lagoas em curso de empreendedorismo

Professores e alunos da Escola Técnica Municipal de Sete Lagoas foram capacitados na última semana em curso de empreendedorismo, promovidos pelo Sebrae. Novas ações de parceria das duas entidades serão realizadas nos próximos meses.

Foto: Prefeitura de Sete Lagoas / DivulgaçãoFoto: Prefeitura de Sete Lagoas / Divulgação

A proposta surgiu da articulação das agentes de desenvolvimento da Semadetur e Sala Mineira do Empreendedor, Claudia Elane de Souza Soares e Jakeline França Dutra, fundamentada no projeto que consiste em um modelo de Educação Empreendedora e Inovadora com o desenvolvimento das habilidades comportamentais e empreendedoras dos jovens durante a formação e a posterior conexão com o mercado de trabalho.

Para a consolidação da metodologia do curso, o consultor Sebrae, Thomas Aurbach, propôs que o corpo docente elabore um projeto de impacto local a ser apresentado nos próximos 30 dias e entende que pode ser um movimento significativo para a comunidade, em função da alta capacidade técnica e empírica da equipe.

Para o gestor local do Sebrae-MG, Alysson Almeida, trata-se de uma importante parceria com a instituição: "Em diversas situações a instituição é citada por diversos atores importantes e que se encontram ativos no movimento de desenvolvimento na cidade", afirmou. Na oportunidade, o gestor agradeceu o empenho da direção da instituição, em nome da vice-diretora Stefânia Moura Lima, que retribuiu o agradecimento. "Temos certeza que projetos futuros e ações concretas da FUMEP, por meio da ETMSL, acontecerão em prol da cidade", adiantou.

Parceria com a UFMG

Nessa linha de desencadeamento de ações, uma expressiva parceria surgiu com a presença do coordenador do Programa de Extensão 1000 Futuros Cientistas, Wladmir Teodoro da Silva, representando a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). "A ETMSL tem um perfil de parceria que a universidade busca, justamente pela formação técnica que poderá ser ampliada no futuro e também para outras instituições de ensino do município, incluindo a educação básica, por meio de projetos que podem ser viabilizados junto aos órgãos municipais de Meio Ambiente e de Educação. Prevejo resultados promissores", disse.

Da redação com Prefeitura de Sete Lagoas



Publicidade

Links patrocinados MGID