Menu

Você sabe o que é dicionário do trader esportivo; confira aqui

Nos dias atuais, se especializar virou algo fundamental e que é sinônimo de sucesso profissional. No trade esportivo, modalidade peculiar do mundo das apostas, não seria diferente, certo? Isso porque dentro dessa prática que envolve apostadores mais experientes, existem diversas palavras e termos até então desconhecidos por apostadores novatos. Por isso, você confere a partir de agora os principais termos que um trader usa no seu dia a dia. Confira a seguir Dicionário do Trader Esportivo.

Foto: Arte AnuncianteFoto: Arte Anunciante

Termos que fazem parte do dicionário do trader

– 1x2: Vitória do mandante, empate ou vitória do visitante;
– ALL IN: Termo derivado do poker, que significa colocar todo o seu bank em uma única aposta;
– APOSTA SIMPLES: aposta única em um evento;
– APOSTA MÚLTIPLA: Aposta com resultados casados. Ou seja, o resultado depende a partir de dois ou mais partidas;
– BACK: Apostar que algo irá acontecer. É sinônimo de apostar a favor;
– BACK A GOLEADA: Qualquer resultado a favor de mais de quatro gols de uma das duas equipes;
– BAD RUN: sequência grande de maus resultados;
– BANCA (BANK): É a quantia que se dispõe em um site para se realizar apostas. Uma boa gestão do bankroll é um dos mais importantes aprendizados ao apostador, pois isso garante equilíbrio entre os ganhos e perdas, e aumenta o potencial de lucro a médio e longo prazo;
– BET: Aposta;
– BETFAIR: A maior bolsa esportiva do mundo onde os apostadores profissionais realizam suas apostas;
– BOLSA DE APOSTAS: São plataformas que permitem que os apostadores apostem uns contra os outros. Com isso cria-se um mercado mais justo, pois as odds são mais competitivas, e porque a possibilidade de se realizar lucro antes do evento esportivo se encerrar aumenta as chances de êxito do apostador. Os sites que permitem o trade cobram uma comissão em cima das apostas vencedoras;
– COTAÇÃO: quantia paga pela casa para determinada aposta;
– DELAY: Atraso na transmissão de um evento;
– DRAW: Empate;
– DRAW NO BET: Também conhecida como DNB, é uma aposta que em caso de empate, é devolvido o montante que foi apostado. É o mesmo que apostar no Asian Handicap (0);
– DUPLA POSSIBILIDADE: Tipo de aposta que nos permite apostar em dois resultados possíveis. Um dos usos mais comuns é no futebol, onde aposta-se que um time irá ganhar ou empatar uma partida;
– DUTCHING: Quando se apostar em diversos resultados possíveis de acontecer ao mesmo tempo, distribuindo certos valores com sua stake de forma a ganhar o mesmo valor independe do resultado, desde que esse esteja dentre os escolhidos;
– FAVORITOS: Cotação de 1.50 a 1.80. (Ex: Bayer de Munique x Sevilla. Ou seja, o Bayern é o favorito, contudo não um superfavorito);
– FREEBET: Consiste em uma aposta na qual em caso de perda, o valor apostado é devolvido. É o termo genérico para uma Aposta sem risco;
– FUTURE BET: um palpite longo no qual se prevê o campeão, artilheiro, classificado, rebaixado de um torneio. Geralmente as cotações são altas para future bets e por isso compensa o risco, apesar de que o dinheiro fica preso até a resolução da aposta;
– GREEN: Como o nome indica é sair no verde (com lucro) em todas as opções de resultado. Para fazer um greenbook é preciso fazer no mínimo duas apostas, uma aposta a favor e outra aposta contra;
– HEDGING: apostar nas duas equipes para minimizar perdas ou garantir lucro;
– HIGH STAKE: aposta de valor muito alto;
– HT (HALF TIME): Expressão usada para designar as apostas feitas para a primeira metade de um evento esportivo. São apostas mais comumente vistas no futebol, onde há diversas opções de apostas válidas somente para o primeiro tempo da partida;
– LADDER: Escada;
– LAY: Significa apostar contra. Isto é, apostar em algo que achamos que não irá acontecer. Aceitamos pagar determinado valor se acontecer aquilo que não pensamos. Só é possível em Casas de Aposta que efetuam trading;
– LIQUIDEZ: Dinheiro movimentado no mercado;
– LAY THE DRAW: Aposta contra empate;
– MARTINGALE: Estratégia de aposta que consiste em apostar o dobro do valor, caso a aposta anterior tenha sido perdida. Esse método originário do Black Jack traz muito risco ao apostador, e só deve ser usado em situações muito específicas;
– MERCADO: Lugar para investir ou onde se coloca aposta. (Exemplo: Mercado de Probabilidades);
– MATCH ODDS: Referente ao mercado de probabilidades. Ex: Time mandante/empate/time visitante. Também conhecido como 1x2;
– MONEY LINE: Também conhecido como ML, significa apostar na vitória. O termo tem origem nos esportes norte-americanos, mas no Brasil é usado para designar a aposta “seca” na vitória de uma equipe ou jogador;
– ODDS: Também conhecido como cotação, odds dão as probabilidades oferecidas para determinado resultado. O valor apostado multiplicado pela odd, é igual ao retorno que você terá caso sua aposta seja vencedora;
– OVER: Significa que estamos apostando que acontecerão mais eventos que aqueles que estão colocados na linha oferecida pela casa de aposta;
– OUTSIDER: aquele que não é favorito pelas casas de apostas;
– PICKS (PROGNÓSTICOS): São palpites ou para determinado jogo ou evento, com a devida explicação/embasamento por parte de quem a fornece;
– PROBABILIDADE: chance matemática do evento acontecer;
– PROFIT/LOSS: Ganhos e perdas em português;
– P&L: Abreviação de Profit/Loss;
– PUNTER (PUNTING): É provavelmente a forma mais popular de se apostar. Já punting consiste em apostar naquele que achamos ser o provável vencedor de um evento esportivo;
– RED: Perda;
– RESPONSABILIDADE: É a quantia que arriscamos quando fazemos uma aposta contra;
– RESULTADO EXATO: apostar no placar exato de um evento;
– QUEBRAR A BANCA: Perder todo o seu dinheiro;
– SCALPING: Saídas e entradas rápidas do mercado com o intuito de ganhar tiks;
– SCALPER: Trader esportivo que trabalha apenas fazendo scalping;
– SCORE: ganhar muito dinheiro em uma aposta;
– SPREAD: São apostas onde é dada vantagem inicial a uma equipe/jogador. Assim ao resultado final é adicionada a vantagem ou diminuída a desvantagem;
– STAKE: É o montante que o apostador arrisca quando faz uma Aposta;
– SUPER FAVORITO: Equipe com cotação inferior a 1.30 ou com chances muito altas de ganhar o jogo. (Ex: Bayern de Munique x Lugano, da Suíça. Ou seja, o time alemão é um superfavorito nesta partida);
– STREAMING/STREAM: Transmissão ao vivo de um evento;
– SUREBET: É uma aposta onde há a certeza de que se irá ganhar;
– TEASERS: São apostas sobre totais (over/under) ou spreads, comuns no basquete e no futebol americano. É como se fosse uma aposta múltipla “especial”, onde o apostador aceita uma odds um pouco mais baixa do que teria em uma múltipla “comum”, mas em contrapartida consegue ajustar o total de pontos ou handicap de acordo com seu interesse;
– TICK: É a variação mínima de uma cotação, tanto para cima quanto para baixo. (Ex: a odds saiu de 1.34 e subiu para 1.35. Logo, subiu 1 tick);
– TIME BOMB: É o momento em que as odds num jogo sobem ou descem de forma repentina e rápida;
– TIP: Palpite sem fundamentação, somente uma opinião. É uma pick sem explicação. Quem fornece a tip é chamado de Tipster;
– TIPSTER: aquele que dá dicas de apostas, com argumentação ou não;
– TRADING (TRADE): Com o aparecimento das bolsas de apostas como a Betfair e a Betdaq, surgiu a possibilidade aos apostadores de apostarem contra, ao invés de apostarem a favor (como é oferecido pelas casas de apostas tradicionais). Trading consiste em garantir lucro independentemente do resultado final do evento. Para isso, precisamos conseguir apostar a favor, em uma cota superior do que a aposta contra. A forma mais popular de trading é no live, mas há quem prefira o trade antes do evento esportivo;
– TRADE ESPORTIVO: Atividade de compra e vendas de cotações em eventos esportivos;
– TRADER: Aquele que trabalha com trade esportivo;
– UNDERDOG: é o contrário de favorito. Em português costuma-se falar azarão ou zebra. O oposto de underdog é top dog;
– UNDER: Significa que estamos apostando que acontecerão menos eventos do que aqueles que estão colocados na linha oferecida pelo bookmaker;
– VAI ENTRAR AO VIVO (IN LIVE): Quando o mercado fica disponível para apostas ao vivo durante um evento;
– WEIGHT OF MONEY: Significa “peso do dinheiro”. É uma forma de descobrir qual a tendência das odds;
– ZEBRA: Time com poucas chances de vencer e/ou o mais frágil do confronto;

Onde fazer trader esportivo?

Foto: Arte AnuncianteFoto: Arte Anunciante

Agora que você já ficou por dentro das principais palavras e termos do dicionário do trader esportivo, vamos dar o próximo passo? Sim, estamos falando em você abrir uma conta na maior bolsa esportiva do mundo, também conhecida como Betfair. Presente no ramo das apostas há mais de 20 anos, essa empresa britânica conta com um alto número de usuários ativos ao redor do mundo.

Isto é, a bolsa conta com mais de um milhão de clientes que diariamente realizam apostas na sua plataforma. Contudo, antes de começar a palpitar em grandes eventos, a primeira coisa a ser feita é realizar um cadastro no site. Após se registrar com muita atenção para evitar transtornos futuros, o próximo passo é realizar o primeiro depósito. Feito esse procedimento, você já está apto para solicitar e ganhar o atrativo bônus de boas-vindas para novos usuários. Não é um barato?

Conteúdo de responsabilidade do Anunciante





Publicidade

Links patrocinados