Menu

Gomes vai defender o Democrata durante o Campeonato Mineiro do Módulo II / Coluna / Álvaro Vilaça / Tempo Esportivo

1º Tempo

No mesmo dia em que o Cruzeiro foi derrotado para o CRB, o clube oficializou Rodrigo Pastana como novo diretor de futebol. Ele será o homem forte do departamento depois que André Mazzuco deixou o clube e foi para o Santos. Antes mesmo de ser anunciado, Pastana já precisou começar a lidar com críticas de torcedores, que agora se somam aos resultados ruins como mais um problema a ser resolvido pelo cartola. No último final de semana, um grupo de cerca de 50 pessoas protestou à porta da Toca da Raposa contra a contratação do agora ex-diretor do CSA. Nas redes sociais, a campanha #PastanaNão também chegou a ser utilizada por torcedores do Cruzeiro. A rejeição chegou ao conhecimento de Pastana, que agora pede um voto de confiança para conquistar o acesso com a Raposa.

Foto ilustrativa/Reprodução: InternetFoto ilustrativa/Reprodução: Internet

Parte dessa rejeição precoce da torcida do Cruzeiro é explicada pelas polêmicas envolvendo o nome de Rodrigo Pastana em clubes onde ele trabalhou: Grêmio Barueri, ABC de Natal, Figueirense, Paraná e Coritiba, além do próprio CSA.

Agora, além de lidar com os problemas fora de campo e com a rejeição da torcida, Pastana terá que trabalhar para tentar ter no Cruzeiro o mesmo sucesso que conseguiu em outras equipes pelas quais já passou. A Raposa tem como prioridade voltar à elite do Brasileirão. Para isso, precisa reagir o quanto antes na Série B. Após duas, o Cruzeiro figura na zona de rebaixamento da competição, com duas derrotas.

O próximo compromisso está previsto para sábado, às 16:30 no Mineirão, diante do Goiás. Novo revés pode deixar a situação dentro do clube insustentável para a comissão técnica comandada por Felipe Conceição.

2º Tempo

Enquanto enfrenta sucessivas batalhas dentro de campo, no Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Copa Libertadores da América, o Galo tenta se reorganizar fora das 04 linhas.

O enfraquecimento do Real diante do Dólar e do Euro, fora multas e juros por dívidas antigas, fizeram o Atlético precisar pagar valores altíssimos na Fifa. Mas é um problema perto de ser erradicado no clube. Pelas informações preliminares, para zerar as pendências com clubes internacionais, o Galo ainda tem mais R$ 8 milhões em dívidas protestadas na entidade máxima do futebol.

2021 começou pro Atlético com orçamento traçando R$ 30 milhões para sanar "dívidas da Fifa". O clube mais do que cumpriu a meta e, nos cálculos internos, são mais de R$ 70 milhões quitados. Mais recentemente, o Galo pagou R$ 32 milhões ao Junior Barranquilla para riscar a dívida pela compra de Yimmi Chará, de 2018, do mapa.

Problemas resolvidos pelo Galo, na Fifa, em 2021: Udinese: R$ 8 milhões (Maicosuel); Vélez Sarsfield: R$ 7,8 milhões (Lucas Pratto); Sevilla: R$ 9,9 milhões (Guilherme Arana); Rentistas: R$ 5,8 milhões (David Terans); Junior Barranquilla: R$ 7,9 milhões (Yimmi Chará); Junior Barranquilla: R$ 32 millhões (Yimmi Chará) e Rafael Dudamel: R$ 3 milhões.

Por outro lado, se a meta de vendas de atletas é ousada e difícil de bater, o Atlético quer chegar o mais perto possível dela. Para 2021, o clube traçou R$ 120 milhões de receita na venda de jogadores. O mercado internacional, impactado pelos efeitos da Covid-19, é um obstáculo. Mas o clube conseguiu, recentemente, duas vendas que somam R$ 15 milhões: Leo Sena e David Terans, ambos estavam fora dos planos do técnico Cuca e já vinham de empréstimos para outros clubes.

Depois de 20 anos, Gomes retorna ao Democrata

O goleiro Heurelho da Silva Gomes, ou apenas Gomes para o mundo do futebol, está de volta para defender o Democrata Futebol Clube, time onde começou nas categorias de base e teve seu primeiro contrato profissional há 22 anos. Gomes havia “pendurado as chuteiras” na última temporada da Premier League, quando defendeu o Watford.

Aos 40 anos, e depois de brilhar por Cruzeiro, PSV, Tottenham, Watford e Seleção Brasileira, o goleiro aceitou o desafio de ajudar o Jacaré na disputa do Módulo II do Campeonato Mineiro de 2021, que terá início em 03 de julho e fim previsto para 30 de setembro.

Grato pela oportunidade de poder voltar para onde deu os primeiros passos no futebol, Gomes celebra o retorno para Sete Lagoas. “Estou muito feliz em poder voltar a vestir esta camisa pela qual tenho muita gratidão”, disse o goleiro do Jacaré.

Com experiência internacional, Gomes será uma das principais lideranças do elenco dentro e fora de campo nesse processo de reestruturação do Democrata. “Fui formado aqui e acho que chegou o momento de ajudar nesse objetivo de devolver o Democrata para o lugar que ele merece, que é a elite do futebol estadual”, completa.

O presidente do Democrata, Renato Paiva, comemora “a volta para casa” de Gomes e destaca a importância do atleta. “Receber uma estrela do futebol mundial, que tem raízes no Democrata e em Sete Lagoas, é motivo de muito orgulho, esperança e responsabilidade”, salientou. “Gomes vem para fazer parte da reconstrução do Jacaré e será fundamental dentro e fora de campo”, completou.

Para o Diretor Geral do Jacaré, Daniel Calazans, os ganhos com a vinda do goleiro são imensuráveis. “Nossa marca, nossos parceiros comerciais, nosso elenco e, principalmente, nossa torcida estão sendo valorizados com a presença de um jogador de Seleção Brasileira. Os ganhos com esta parceria estão muito além da parte técnica e somos muito gratos ao Gomes por isso, relatou”.

Gomes se apresentou ao Clube na semana passada e já participou dos treinamentos na Arena do Jacaré juntamente com o restante do elenco democratense.

Nome: Heurelho da Silva Gomes
Nascimento: 15/02/81
Cidade: João Pinheiro – MG
Altura: 1,91 m
Último Clube Watford – ING

Passagens:

1999 – 2001 Democrata
2001 – 2004 Cruzeiro
2004 – 2008 PSV
2008 – 2014 Tottenham/Hoffenheim
2014 – 2020 Watford
2003 – 2011 Seleção Brasileira

O Democrata estreia no Campeonato Mineiro do Módulo II fora de casa, no sábado, 03 de julho, às 15h, na Arena Vera Cruz, em Betim, contra o Betim Futebol Clube.

O segundo jogo na competição e o primeiro em casa está previsto para o dia 10 de julho, novamente um sábado, às 16h. O adversário será o Serranense.

Brasil inicia busca por mais um título da Copa América no final de semana

Apesar de algumas insatisfações, os jogadores da Seleção decidiram que irão disputar a Copa América, que começa no próximo domingo. O Brasil estreia diante da Venezuela, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. A partida está marcada para começar às 18 horas.

A seleção brasileira disputará a Copa América com elenco muito parecido com o que está reunido para os jogos das Eliminatórias.

Os jogadores da seleção brasileira ficaram insatisfeitos sobretudo com a forma que o assunto foi tratado por Rogério Caboclo, que acabou afastado da presidência da CBF, após denúncias de assédio sexual e moral. Ele esteve na Granja Comary um dia antes do Brasil ser anunciado como sede da competição, e não falou do tema com os atletas. O desgaste passou a ficar insustentável.

A questão técnica também pesou para os atletas aceitaram jogar o torneio. Esta será a última oportunidade em que a seleção brasileira estará reunida por um longo período antes da Copa do Mundo do Catar, em 2022. Vale lembrar que a Copa das Confederações, que antigamente ocorria no ano anterior aos mundiais foi extinta.

O Brasil é o terceiro país com o maior número de conquistas da Copa América. Veja a lista completa:

Uruguai: (15) - 1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956, 1959 (edição do Equador), 1967, 1983, 1987, 1995 e 2011.
Argentina (14) - 1921, 1925, 1927, 1929, 1937, 1941, 1945, 1946, 1947, 1955, 1957, 1959 (edição da Argentina), 1991 e 1993.
Brasil (09) - 1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004, 2007 e 2019.
Paraguai (02) - 1953 e 1979.
Chile (02) - 2015 e 2016.
Peru (02) - 1939 e 1975.
Colômbia (01) – 2001.
Bolívia (01) – 1963.

Álvaro Vilaça é formado em Comunicação Social e Marketing, apresentador de TV, ex-narrador e ex-repórter esportivo da Rádio Inconfidência de Belo Horizonte, Diretor de Programação e Coordenador de Esportes da Rádio Eldorado e do Jornal Hoje Cidade. Também é o responsável pela coluna de Esportes do Jornal Notícia e é professor de Negociação, Compras e Marketing das Faculdades Promove de Sete Lagoas. Pós-Graduado em Administração e Marketing.





Publicidade

Links patrocinados